Pesquisa conclui que cérebro humano reconhece smileys como expressões faciais

Por Redação | 18.02.2014 às 07:00

Segundo novo estudo publicado no Social Neuroscience, o cérebro humano passou a processar os smileys ou emoticons da mesma maneira que processa expressões faciais.

O estudo, conduzido pelo doutor Owen Churches na Flinders University, Austrália, submeteu os participantes da pesquisa à amostragem de rostos humanos, emoticons e caracteres aleatórios. As mesmas partes do cérebro que reagem às expressões faciais foram ativadas ao reconhecerem determinados emoticons. No entanto, a ativação do córtex cerebral pelas expressões faciais e pelos emoticons ocorreu com o símbolo ":-)", mas não quando os caracteres foram invertidos "(-:", mostrando que a associação é feita em algumas das representações faciais por caracteres.

A reação cerebral ao ver uma expressão facial é conhecida como potencial evocado N170, uma onda específica do processamento visual de faces. "Essa é uma resposta neural completamente criada culturalmente. É incrível", afirma o responsável pelo estudo, Dr. Churches.

O smiley apareceu pela primeira vez num fórum da Universidade Carnegie Mellon em 1982. "Não há resposta neural inata em bebês. Antes de 1982 não haveria por que ':-)' ativar áreas do córtex responsáveis por reconhecimento facial, mas agora há porque aprendemos que ele representa uma face", explicou Churches.