NASA confirma que Curiosity encontrou leito de rio antigo em Marte

Por Redação | 31.05.2013 às 13:27

No último ano, a NASA afirmou que a sonda Curiosity havia encontrado evidências da existência de um antigo leito de rio no solo de Marte, indicando que algum dia a água correu pelo solo do planeta. E depois de mais alguns meses de estudo, a agência confirmou que a sonda realmente encontrou os restos de um antigo córrego marciano. As informações são da Forbes.

A descoberta foi baseada nas imagens captadas pela câmera principal da Curiosity, que atua como uma câmera fotográfica convencional, mas que é capaz de tirar fotos monocromáticas. Com base nessas imagens com apenas uma cor, os cientistas conseguiram analisar com mais precisão a estrutura das rochas e, junto com a câmera comum, a ChemCam da Curiosity também captou imagens mais precisas da área onde foi detectada a existência passada de um pequeno riacho.

A ChemCamm, por sua vez, é equipada com um laser capaz de captar os fótons da área, que resultam em sua imagem final. Com o espectro de luz captado pela câmera, os pesquisadores puderam analisar a composição das rochas e como resultado, a cientista Rebecca Williams afirmou que as rochas "incrivelmente se assemelham com depósitos de arroio que são encontrados na Terra".

Córrego Marte

Reprodução: NASA

Os pesquisadores identificaram que a distribuição das pedras no local não era uniforme e elas estavam alternadas com camadas de areia. Além disso, o formato das pedras também era redondo, algo muito semelhante com o formato das pedras que são encontradas em córregos no planeta Terra. A combinação de todos os elementos ajudou os cientistas a confirmarem que a área fotografada pela Curiosity pertenceu a um antigo lago.

Atualmente, a atmosfera de Marte é muito fina para que a água corra livremente sobre sua superfície, mas os pesquisadores já confirmaram que existe água abundante no planeta na forma de gelo. Em 2011, na expedição da sonda Opportunity, foram encontrados depósitos de gesso natural no solo, o que apenas poderia ter sido formado com a presença de água na área.