Jovem diagnosticado com autismo pode ter QI maior do que o de Albert Einstein

Por Redação | 16.05.2013 às 13:30 - atualizado em 16.05.2013 às 14:04

Jacob Barnett é um jovem gênio que, com apenas 14 anos, é estudante de mestrado e em breve pretende conseguir um PhD em física quântica. Porém, quando ele tinha apenas dois anos de idade, os médicos disseram que ele sequer saberia amarrar os cadarços de seus tênis sozinho.

Na época, Jacob foi diagnosticado com autismo de nível moderado a grave, e isso o impediria de realizar diversas atividades básicas diárias sem o auxílio de outra pessoa. Falar ou ler eram algumas das coisas que os médicos listaram como improváveis na vida do rapaz.

Hoje, o adolescente possui QI de 170 pontos e, de acordo com a BBC, é cotado para um dia ganhar o Prêmio Nobel. Quando tinha apenas 10 anos, Jacob se matriculou em uma universidade e começou a surpreender professores e familiares com sua inteligência fora do comum.

Alguns até dizem que o QI do garoto é maior do que o de Albert Einstein. Aliás, em meados de 2011, chegaram a dizer que um dia ele pode refutar sua Teoria da Relatividade. Fora da universidade, Jacob ainda dirige uma instituição de caridade para crianças junto com sua família.

A mãe de Jacob, Kristine Barnett, lançou no último mês um livro chamado 'The Spark: A Mother's Story of Nurturing Genius', onde fala sobre a experiência de sua família com o autismo, afinal, apesar da genialidade, seu filho ainda precisa lidar com essa questão todos os dias. Inspirador, não?