Hyperloop começa a ser construído em 2016 na Califórnia

Por Redação | 27 de Fevereiro de 2015 às 18h03
photo_camera Elon Musk

O trem super-rápido projetado pelo bilionário Elon Musk está prestes a sair do papel. A companhia Hyperloop Transportation Technologies, responsável por tentar dar vida ao projeto, informa que finalizou o primeiro acordo para iniciar a construção do hyperloop em uma área urbana já no próximo ano.

O hyperloop é um sistema de transporte a altíssima velocidade por meio de uma espécie de trem que se desloca dentro de tubos localizados acima da terra. Como a pressão do ar dentro desses tubos é bastante baixa, os trens em forma de cápsulas conseguem alcançar velocidades absurdas.

A primeira cidade a receber o hyperloop será Quay Valley, um município para 150 mil habitantes que foi planejado por uma incorporadora para ser um ambiente sustentável. A construção inicial será pequena, com apenas 8 quilômetros de comprimento em uma área de cerca de 30 mil metros quadrados.

A estimativa é de que sejam investidos US$ 100 milhões de dólares para dar vida ao sistema de transporte inovador, valor que a Hyperloop Transportation Technologies espera arrecadar por meio de uma oferta pública de ações que será realizada ainda neste ano.

Projeto de verdade

E se alguém pensa se essa construção vai ser um protótipo, o presidente da companhia Dirk Ahlborn trata de corrigir. “Não é uma pista de teste”, avisa o executivo em conversa com a Wired. Tudo bem que 8 quilômetros estão bem distantes dos mais de 650 km previstos no projeto inicial desenhado por Elon Musk, mas a ideia é que o hyperloop comece a se tornar uma alternativa real.

Além disso, a velocidade prevista pelo bilionário — que passava dos 1,2 mil quilômetros por hora — também não deve ser alcançada na primeira pista do novo sistema de transporte. Para isso, seria necessário uma pista de pelo menos 160 quilômetros de comprimento, revela o CEO da empresa, além de deixar claro que o foco dessa fase inicial não é exatamente testar a velocidade.

Por trás do desenvolvimento da ideia lançada por Musk estão mais de 200 engenheiros que trabalham em troca de ações da companhia. Junto deles, 25 estudantes de arquitetura da Universidade de Los Angeles trabalham para preparar todos os detalhes da construção, como a rota a ser percorrida pelo hyperloop, o design das cápsulas e a análise de custos.

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.