Estudantes conseguem transformar sinal de internet Wi-Fi em eletricidade

Por Redação | 12 de Novembro de 2013 às 06h00
photo_camera Divulgação

Assim como a eletricidade, a tecnologia wireless veio para ficar. Todos os dias surgem ivenções para popularizar o uso dessa ferramenta, que tornou a vida dos usuários mais fácil por transmitir dados mais rápido e dispensar o uso de cabos e periféricos desnecessários. Agora, o Wi-Fi pode alcançar um novo nível na indústria com a criação de dois pesquisadores da Universidade de Duke, nos Estados Unidos.

Alexander Katko e Allen Hawkes são estudantes de engenharia. Com a ajuda de um professor, eles pensaram nas inúmeras possibilidades que as conexões sem fio podem trazer e, a partir desse conceito, criaram um sistema capaz de transformar o sinal de internet Wi-Fi em energia elétrica. Isso talvez lhe pareça familiar porque outros cientistas já fizeram o inverso: converteram a eletricidade em uma rede sem fio. No entanto, a ideia de Katko e Hawkes é inédita e pode ser usada para recarregar diversos aparelhos.

Os alunos construíram um dispositivo usando fibra de vidro e condutores de energia com fios de cobre. Esses componentes são ligados em uma placa de circuito que capta os sinais de micro-ondas dos dados e os transforma em energia elétrica. De acordo com os pesquisadores, a energia gerada pelo sistema possui tensão de 7,3 Volts – os mecanismos de carregadores USB têm uma carga menor, de apenas 5 Volts.

Wi-Fi energia elétrica

"Com um pouco de trabalho, esses materiais podem ser úteis para diversos tipos de aplicações", disse Katko ao site Gizmag. "A tecnologia [Wi-Fi] permite uma flexibilidade que não é possível obter em aparelhos comuns, como as antenas. Quando elas ficam próximas umas das outras, podem interferir no funcionamento dos produtos em que esstão conectadas".

O próximo passo, segundo os cientistas, é realizar novos testes para aumentar a potencialidade do sistema, que não converte somente a internet sem fio em eletricidade, mas também sinais de satélite, torres de sinal celular e várias outras fontes de energia. Os estudantes afirmam ser possível, por exemplo, permitir que as pessoas coletem a energia de uma torre de telefone celular em locais remotos.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.