EUA desenvolvem "fator de cura" semelhante ao de Wolverine

Por Redação | 16.09.2014 às 08:26

Ao que parece, não deve demorar muito para que tenhamos na realidade alguns dos "poderes" vistos até então somente nas histórias em quadrinhos. Depois da notícia de que a agência de pesquisa de projetos avançados do Departamento de Defesa dos Estados Unidos (Defense Advance Research Projects Agency, ou DARPA) estaria criando trajes semelhantes ao do Homem de Ferro, agora é a vez de outro personagem servir de inspiração para um novo projeto. O exército dos EUA agora busca o "fator de cura" do Wolverine.

A novidade seria criada por meio do programa ElectRx, como anuncia o site oficial do Departamento de Defesa dos Estados Unidos. "A tecnologia que a DARPA planeja desenvolver por meio do programa ElectRx pode mudar fundamentalmente a maneira como os médicos diagnosticam, monitoram e tratam os ferimentos e doenças", acredita o chefe de programas do DARPA, Doug Weber.

"Ao invés de confiar apenas na medicação, prevemos um sistema de loop fechado que iria trabalhar em conceito como um pequeno marca-passo inteligente. O aparelho seria capaz de avaliar constantemente as condições e proporcionar padrões de estímulo sob medida para auxiliar a manter a função de órgão saudável, ajudando os pacientes a se curarem e se manterem bem utilizando sistemas próprios do seu corpo." Para entender melhor o processo, basta acompanhar o gráfico exibido pelo DARPA abaixo:

Wolverine

Para que o "fator de cura" possa se tornar uma realidade prática, é necessário que o programa consiga produzir ultraminiaturas de biosensores e feixes ópticos, além de aparelhos eletromagnéticos e acústicos para assegurar a precisão da atuação nos nervos que controlam os órgãos relevantes.

Ainda que já existam dispositivos para controle de inflamações crônicas e outras disfunções e que o mercado de neuromodulação esteja em alta, os aparelhos disponíveis atualmente são relativamente grandes. Além disso, muitas das ações ainda requerem intervenção cirúrgica, o que é considerado invasivo para o contexto almejado pelo programa ElectRx.

O DARPA promete exibir novas informações a respeito do projeto nos próximos meses, com mais detalhes técnicos, e também aguarda retorno das agências reguladoras do governo para seguir com mais experiências.

Ao que parece a armadura do Homem de Ferro e o fator de cura de Wolverine devem aparecer em breve no exército norte-americano. Qual seria o próximo superpoder a inspirar os cientistas? O Soro do Supersoldado do Capitão América? Vamos aguardar pra ver.

Fonte: http://www.darpa.mil/NewsEvents/Releases/2014/08/26.aspx