EUA desenvolvem "fator de cura" semelhante ao de Wolverine

Por Redação | 16 de Setembro de 2014 às 08h26

Ao que parece, não deve demorar muito para que tenhamos na realidade alguns dos "poderes" vistos até então somente nas histórias em quadrinhos. Depois da notícia de que a agência de pesquisa de projetos avançados do Departamento de Defesa dos Estados Unidos (Defense Advance Research Projects Agency, ou DARPA) estaria criando trajes semelhantes ao do Homem de Ferro, agora é a vez de outro personagem servir de inspiração para um novo projeto. O exército dos EUA agora busca o "fator de cura" do Wolverine.

A novidade seria criada por meio do programa ElectRx, como anuncia o site oficial do Departamento de Defesa dos Estados Unidos. "A tecnologia que a DARPA planeja desenvolver por meio do programa ElectRx pode mudar fundamentalmente a maneira como os médicos diagnosticam, monitoram e tratam os ferimentos e doenças", acredita o chefe de programas do DARPA, Doug Weber.

"Ao invés de confiar apenas na medicação, prevemos um sistema de loop fechado que iria trabalhar em conceito como um pequeno marca-passo inteligente. O aparelho seria capaz de avaliar constantemente as condições e proporcionar padrões de estímulo sob medida para auxiliar a manter a função de órgão saudável, ajudando os pacientes a se curarem e se manterem bem utilizando sistemas próprios do seu corpo." Para entender melhor o processo, basta acompanhar o gráfico exibido pelo DARPA abaixo:

Wolverine

Para que o "fator de cura" possa se tornar uma realidade prática, é necessário que o programa consiga produzir ultraminiaturas de biosensores e feixes ópticos, além de aparelhos eletromagnéticos e acústicos para assegurar a precisão da atuação nos nervos que controlam os órgãos relevantes.

Ainda que já existam dispositivos para controle de inflamações crônicas e outras disfunções e que o mercado de neuromodulação esteja em alta, os aparelhos disponíveis atualmente são relativamente grandes. Além disso, muitas das ações ainda requerem intervenção cirúrgica, o que é considerado invasivo para o contexto almejado pelo programa ElectRx.

O DARPA promete exibir novas informações a respeito do projeto nos próximos meses, com mais detalhes técnicos, e também aguarda retorno das agências reguladoras do governo para seguir com mais experiências.

Ao que parece a armadura do Homem de Ferro e o fator de cura de Wolverine devem aparecer em breve no exército norte-americano. Qual seria o próximo superpoder a inspirar os cientistas? O Soro do Supersoldado do Capitão América? Vamos aguardar pra ver.

Fonte: http://www.darpa.mil/NewsEvents/Releases/2014/08/26.aspx

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.