Curiosity registra primeira imagem da Terra vista da superfície de Marte

Por Redação | 10.02.2014 às 15:00

Já faz um tempo que a Curiosity percorre o território marciano, seja reconhecendo o solo ou colhendo informações importantes para ajudar os cientistas aqui na Terra. E neste fim de semana, a sonda robótica da NASA registrou as primeiras imagens do nosso planeta vistas da superfície de Marte. A foto foi publicada nos perfis do Instagram da Agência Espacial Americana e da própria Curiosity.

Segundo o Mashable, a imagem foi registrada 80 minutos depois do por do sol do 529º dia da sonda no planeta vermelho, que correspondeu ao dia 31 de janeiro de 2014. Como estamos sempre acostumados a ver a Terra azul e grande em fotos tiradas da superfície da Lua, fica difícil acreditar que o planeta está tão distante assim de Marte, mais precisamente a 160 milhões de quilômetros (do ponto em que a Curiosity estava).

Aqui a foto original:

Curiosity

E aqui a imagem ampliada que mostra a Terra e a Lua:

Curiosity

"Olhe para trás com admiração. Minha primeira imagem da Terra a partir da superfície de Marte", escreveu o jipe em sua conta no Twitter. Ainda é possível ver a Lua, logo abaixo do nosso planeta, em um pontinho ainda menor.

Para quem espera ter a mesma visão de quando for para Marte – esperamos que um dia todos possamos fazer uma visita por lá –, a NASA tem uma notícia animadora: "Um humano com visão normal poderia facilmente ver a Terra e a Lua de Marte como dois pontos distintos, mais brilhantes que as estrelas de noite", explica.

Uma outra imagem divulgada pelo jipe-robô Curiosity na última semana mostra mais detalhes do terreno marciano que a máquina encontra pela frente. A foto panorâmica exibe a região onde os pesquisadores encontraram evidências que comprovam a sobrevivência de micro-organismos. O solo preserva uma história de transformação das condições ambientais de Marte.

De acordo com a NASA, a imagem foi tirada à beira de uma duna em um local apelidado de "Dingo Gap". Essa localidade se encontra em uma região cercada de montanhas, principalmente nas encostas do Monte Sharp, que tem 5.500 metros de altura e fica no centro da Cratera Gale. A sonda começou a se dirigir ao Sharp em junho de 2013, dez meses após chegar a Marte, e este é considerado pelos cientistas o principal objeto de estudo.

Veja abaixo o mosaico de imagens feito pela Curiosity:

Curiosity