Curiosity descobre compostos de nitrogênio em Marte

Por Redação | 24 de Março de 2015 às 12h29

A Nasa acaba de fazer uma descoberta que deve fortalecer as suspeitas de que Marte já abrigou seres vivos. O rover Curiosity da Nasa coletou amostras de Marte que, depois de analisadas, mostraram a existência de compostos de nitrogênio, uma fonte de nutrientes essencial para a sobrevivência.

O veículo viajou ao planeta vermelho em busca de sinais de carbono orgânico, mas o que foi encontrado foram sinais de nitratos em três áreas: Rocknest, John Klein e Cumberland. Estes locais foram visitados durante um desvio da sua missão principal, que tinha como destino o Monte Sharp.

As amostras de rochas foram analisadas por um laboratório embutido no Curiosity, que funciona como um forno que pulveriza as amostras e detecta a presença de certos compostos. Os pesquisadores também descobriram a existência de óxido nítrico, produzido a partir dos nitratos.

As quantidades de compostos de nitrogênio presentes no planeta variam entre os locais, sendo níveis entre 70 e 1.100 partes por milhão. O material é comparável a lugares secos da Terra, como o Deserto de Atacama, localizado no Chile.

A geoquímica da Nasa, Jennifer Stern, diz que "as pessoas querem seguir o carbono mas, de muitas maneiras, o nitrogênio é um nutriente tão importante para a vida quanto ele. A vida depende de nitrogênio tanto quanto depende de carbono". Ela ainda diz que os nitratos são uma fonte importante de nitrogênio para os seres vivos, pois é mais fácil obter o elemento quando esses compostos se quebram do que extraí-los do ar.

A Nasa comenta que os nitratos podem ter se formado após enfrentar um choque térmico devido a um raio ou um impacto de asteroide. Agora, os pesquisadores precisam descobrir se eles podem ter surgido pela existência de seres vivos.

Via Gizmodo

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.