Conheça o AirMule, o primeiro drone ambulância

Por Redação | 03.02.2014 às 06:10

Para quem pensa que os drones vieram apenas para matar ou espionar (e claro, fazer entregas da Amazon), a empresa israelense Tactical Robots prova o contrário. O AirMule - mula voadora - é um drone inovador e único, criado com o propósito de retirar soldados feridos do campo de batalha.

AirMule

A grande vantagem dele é poder operar em áreas pequenas e voar entre prédios e obstáculos, coisa que helicópteros não podem fazer sem um risco enorme à sua segurança. Além disso, ele pode funcionar de forma autônoma, ou ser controlado remotamente, e é capaz de levar até dois feridos.

As aplicações militares são bem amplas, podendo também servir como um suporte à logística ponto-a-ponto. Um pelotão que está em uma área avançada em território inimigo precisa de mais equipamento? Então basta solicitar pelo rádio e dar as coordenadas que o drone pode levar a carga de algum outro pelotão que esteja nas redondezas mas não tão perto do inimigo, por exemplo.

Como Israel é um país em constante ameaça de guerra, faz sentido o AirMule ter sido desenvolvido pensando na área militar. O próprio diretor da empresa responsável já foi da Força Aérea de Israel, e tem conhecimentos da área.

Mas as aplicações civis também podem ser bem amplas, principalmente para o resgate de feridos em grandes centros urbanos. Uma cena comum na televisão é um helicóptero tendo que pousar em rodovias de São Paulo para resgatar algum ferido em acidente de trânsito, e para isso a rodovia tem que ser fechada, fora os riscos da aeronave tocar em fios, etc. Com o AirMule não haveria esse tipo de problema, e ele seria capaz de entrar em áreas mais fechadas ainda, pois tem o tamanho aproximado de um carro. Além disso, como todos os seus rotores (hélices) ficam em compartimentos internos, não há risco de colisão com obstáculos.

AirMule Helicoptero

A aeronave por enquanto está em fase de testes do primeiro protótipo, que custou 2,5 milhões de dólares para ser construído (unidades de produção devem sair mais baratas, claro, mas ainda assim o preço é bem menor do que um helicóptero), e por enquanto é capaz de carregar até 650 kg de peso, sejam feridos ou carga.

Veja abaixo o vídeo do primeiro voo do aparelho.