Cientistas criam doce que diminui o risco de cáries

Por Redação | 06 de Dezembro de 2013 às 19h50

Você já deve estar cansado de ouvir que comer muito doce faz mal para os dentes. Na verdade, o que faz mal não são os doces em si, mas sim as bactérias que ficam em nossa boca. Para resumir a história: quanto mais doces fornecermos a estes microorganismos, mais chances de sobrevivência eles têm.

Tendo isso em mente, uma equipe de pesquisa da ORGANOBALANCE, liderada por Christine Lang, desenvolveu um tipo de doce que faz exatamente o contrário e ajuda a prevenir cáries e outros problemas dentários. Saiu na Medical Xpress.

A solução pode parecer assustadora, mas Lang garante que é muito eficiente: além de não ter açúcar, os doces especiais passam a trazer tipos especificos de bactérias mortas, como Streptococcus mutans e Lactobacillus paracasei. Essas bactérias evitam que o esmalte dos dentes se corroa, o que faz com que eles fiquem mais resistentes à ação das bactérias vivas.

Após o sucesso dos testes em roedores, tentativas realizadas em humanos foram bastante positivas: 3/4 dos indivíduos que consumiram os doces apresentaram níveis significativamente mais baixos de bactérias causadoras da cárie. A comunidade cientifica está encarando o estudo como uma revolução, já que a mesma técnica pode ser aplicada a diferentes tipos de alimentos.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.