Acelerador de partículas do CERN fechará para manutenção pelos próximos 2 anos

Por Redação | 15 de Fevereiro de 2013 às 16h42

O Centro Europeu de Pesquisas Nucleares (CERN) afirmou nesta quinta-feira (14) que o Grande Colisor de Hádrons, também conhecido como LHC, encerrou seu primeiro ciclo de três anos de funcionamento e entrará em um recesso de até dois anos para manutenção. O acelerador de partículas funciona em um túnel subterrâneo de 27 quilômetros de extensão na fronteira da França com a Suíça. As informações são do SlashGear.

A manutenção estará focada na reformulação do complexo sistema de aceleração do LHC. O CERN voltará às suas atividades normais no próximo ano, enquanto o acelerador voltará a ser usado para pesquisas com partículas somente em 2015.

"Temos todos os motivos para estarmos satisfeitos com o desempenho do LHC em seus primeiros três anos. A máquina, os experimentos, as instalações de computação e toda a infraestrutura se comportam de forma brilhante, e temos uma grande descoberta científica em nossas mãos", afirmou em nota Rolf Heuer, diretor-geral do CERN.

Nos últimos três anos, o LHC e os pesquisadores do CERN conseguiram realizar estudos e descobertas muito importantes para a física de partículas como, por exemplo, o Bóson de Higgs, no meio do ano passado.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.