Segundo Kassab, setor financeiro é porta de entrada para desenvolvimento do País

Por Redação | 21 de Junho de 2016 às 15h50

O Ciab Febraban, que acontece entre os dias 21 e 23 de junho em São Paulo, chega à sua 26ª edição e conta com importantes executivos do setor bancário. Já na abertura do encontro, o evento teve a participação de Gilberto Kassab, ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC). Em sua fala, Kassab deu ênfase ao setor que acredita ser determinante para a economia nacional e à sua evolução tecnológica, como a utilização de computação cognitiva, Internet das Coisas e moedas virtuais: "É a porta de entrada para o desenvolvimento do país”, afirma o ministro. "A evolução da tecnologia é tradução de quanto o Brasil pode avançar e o desenvolvimento pode acontecer tendo como pilar o setor de bancos."

O ministro destacou ainda que o fato de participar do evento Ciab significa o reconhecimento do setor público em relação à excelência dos serviços prestados ao segmento e das evoluções positivas para o desenvolvimento do País.

Ciab

Sobre a relação bancos e tecnologia, o presidente da Febraban, Murilo Portugal, afirmou na abertura do Ciab 2016 que os bancos estão entre os maiores investidores de tecnologias, à frente de várias economias mundiais. “Os resultados desses investimentos são visíveis na palma da mão de milhões de pessoas que têm uma conta bancária e o Ciab é a celebração deste importante papel do segmento”, afirmou. Outro item destacado por Portugal foi o benefício da tecnologia para que os bancos possam extrapolar fronteiras e chegar a lugares no país nunca antes imaginados.

Quando o tema em questão foi a retomada financeira do Brasil, ele disse acreditar que os bancos serão parte importante da solução. “Nesse período de dificuldade econômica, temos transmitido apoio à sociedade para promover os ajustes necessários para que o país volte a crescer”, comentou. O executivo encerrou sua fala, afirmando que “o setor bancário, que participou como protagonista do desenvolvimento econômico e fortalecimento social, vai continuar trabalhando para que não se percam os ganhos acumulados no período para fazer reformas estruturais e melhorar o funcionamento da economia. Estamos preparados para financiar a retomada do crescimento sustentável do País”.

Fonte: IT Fórum 365

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.