paySmart cria método para emitir cartão e pulseira de crédito pelo celular

Por Redação | 08.06.2017 às 18:04
photo_camera FIPCEQ

Durante o CIAB Febraban 2017, a paySmart apresentou uma solução para a emissão de cartões de crédito e pulseiras de pagamentos via NFC, pelo celular. O cliente também consegue solicitar o cartão em caixas eletrônicos que sejam equipados com impressoras de cartões.

A novidade elimina a necessidade de aguardar os prazos de entrega das operadoras de cartões, reduzindo custos de produção e combatendo fraudes no e-commerce. Atualmente, espera-se cerca de 10 dias úteis para que novos cartões sejam entregues aos clientes, sendo que em cidades pequenas esse prazo é ainda maior.

Finalista do Fintech Day (competição realizada durante o evento para incentivar e apoiar negócios entre instituições financeiras e empresas que criam soluções inovadoras), a paySmart foi selecionada graças à sua estratégia para solucionar o problema de três maneiras. De acordo com o CEO da empresa, Daniel Nunes de Oliveira, “é uma solução que engloba tokenização, preparação remota de dados e emissão instantânea”, reduzindo custos e prazos, e ajudando a eliminar fraudes.

APIs são utilizadas para integrar o serviço de preparação remota de dados, permitindo, ainda, personalizar cartões e pulseiras de crédito, débito e benefícios nas bandeiras Visa, MasterCard, Elo, Cabal e dezenas de bandeiras independentes. Basta o emissor enviar à paySmart os dados do portador e gerar as chaves, tudo dentro do padrão internacional EMV, entregando os dados para o celular personalizar o chip na pulseira, ou para um computador para a personalização do chip no cartão por meio de uma impressora.

Como funciona

Com a personalização, o cliente poderá comprar uma pulseira “em branco” em estabelecimentos como bancas de jornal ou supermercados, por exemplo, e usar seu próprio celular para transferir seus dados à pulseira, tudo por meio da tecnologia NFC. A proteção e segurança desses dados fica por conta da paySmart.

Já quanto à tokenização, a tecnologia permite que emissores gerem um cartão virtual tokenizado válido para uma única compra, ou um cartão para uso recorrente, que pode ser usado em pagamentos em aplicativos móveis ou sites de e-commerce.

Por fim, a personalização por meio de impressoras (incluindo as dentro de caixas eletrônicos) é feita em estações capazes de realizar uma impressão térmica no cartão, bem como carregar os dados do cliente no chip. Essa tecnologia será apresentada no CIAB em terminais integrados com o sistema da paySmart, que são capazes de emitir cartões instantaneamente com validação biométrica, impressão facial frente e verso, gravação de tarja magnética e carregamento de dados no chip.