Razer teve dois protótipos roubados durante a CES 2017

Por Redação | 10.01.2017 às 08:30
photo_camera Divulgação

A fabricante americana de computadores e periféricos Razer teve dois de seus protótipos roubados de seu estande durante a CES 2017, confirmou o CEO da empresa, Min-Liang Tan, através de uma postagem em sua página do Facebook nesta segunda-feira (09).

De acordo com Tan, os equipamentos roubados foram dois laptops do recém-anunciado Project Valerie – conceito de notebook imersivo com três displays acoplados apresentado pela Razer na própria CES.

O CEO afirmou ainda que a empresa já entrou em contato com autoridades e com a organização do evento para reportar o problema, mas que está oferecendo uma recompensa de até US$ 25 mil (aproximadamente R$ 80 mil) para quem trouxer informações que levem à recuperação dos gadgets.

Apresentado na CES, protótipo do Project Valerie foi um dos principais destaques da Razer no evento (foto: Divulgação/Razer)

"Nós levamos roubos e, se isso for relevante para este caso, espionagem industrial muito a sério", escreveu Tan. "Penalidades para estes crimes são graves e quem quer que tenha feito isso claramente não é muito inteligente".

Esta não é a primeira vez que a Razer sofre com um roubo de seus protótipos. Em 2011, escritórios da empresa foram invadidos e dois laptops levados, incluindo um protótipo do que viria a se tornar o Razer Blade.

Via: CNet