Oficial: LG G6 deixará para trás o conceito modular

Por Redação | 05.01.2017 às 16:27
photo_camera Divulgação

Um ano depois de tentar inovar ao introduzir o conceito de modularidade em seu smartphone top de linha G5, a LG falou à imprensa sobre o próximo celular da linha e os rumores foram confirmados: a fabricante sul-coreana vai diminuir o foco nos módulos para o G6.

Conforme destacou um porta-voz da companhia para o Wall Street Journal, a LG observou de perto a reação não muito animada dos consumidores ao G5, o que fez a companhia repensar o plano para o novo smartphone.

De acordo com a fabricante, o novo foco do produto será em estética e usabilidade. A fonte não falou se isso resultará em eliminar completamente o uso de módulos, mas isso pode ser uma grande possibilidade, conforme outras fontes asiáticas ligadas à companhia afirmaram no final do ano passado.

O novo produto deverá ser anunciado no próximo mês, durante o Mobile World Congress em Barcelona. De acordo com especialistas, ele deverá ficar na mesma faixa de preço dos outros aparelhos top de linha da LG, entre os US$ 500 e US$ 600. Detalhes sobre as especificações do smartphone não foram divulgados.

Entretanto, a mudança de volta pode ser muito mais complicada do que se imagina, já que abandonar uma estratégia tão rapidamente pode fazer a marca perder a confiança dos que embarcaram na novidade e compraram o G5, aparelho que pode se tornar imediatamente obsoleto, assim como seus módulos.

No Brasil, o lançamento do G5 já foi recebido com críticas pelos fãs da marcas, que não gostaram da decisão da fabricante em "capar" o seu poder de processamento, trocando o chipset Snapdragon 820 usado em sua versão internacional por um inferior Snapdragon 652. Para completar, o preço do chamado G5 SE não mudou muito, saindo na faixa dos R$ 3 mil. Isso sem falar nos módulos, chamados de "friends".

Se a mudança da LG se confirmar, parece que o terreno dos smartphones modulares ficará livre para a Lenovo e seu Moto Z, embora ainda não se sabe se isso pode ser algo bom ou ruim. O futuro dirá.

Fonte: Endgadget