CES 2019 | Novos ThinkPad e notebooks gamer “discretos” são aposta da Lenovo

Por Felipe Demartini | 08 de Janeiro de 2019 às 20h25
Tudo sobre

Lenovo

Saiba tudo sobre Lenovo

Ver mais

Os computadores, mais especificamente a linha ThinkPad, foram os grandes destaques da presença da Lenovo na CES 2019. Na feira, que acontece nesta semana em Las Vegas, nos Estados Unidos, a fabricante apresentou dois novos modelos da família, abusando do alumínio e da fibra de carbono em sua constituição, bem como um modelo de notebook gamer que também se comporta muito bem em situações mais formais.

Reconhecidos como computadores robustos e bastante confiáveis, os integrantes da nova linha ganham ares quase de luxo. O ThinkPad X1 Carbon, por exemplo, aparece mais uma vez como um dos modelos premium da família de lançamentos da Lenovo, com corpo em fibra de carbono e opção de tampa também em uma malha do mesmo material. O notebook se tornou mais fino e leve, com 15 mm de espessura e pesando 1,1 kg.

Com a nova família ThinkPad, Lenovo volta a focar no segmento premium de notebooks (Imagem: Divulgação/Lenovo)

Por dentro do que a fabricante chamou de "o notebook de 14 polegadas mais leve do mercado", estão processadores Intel Core de oitava geração, acompanhados de opções que levam as máquinas até 16 GB de memória RAM ou incluem SSDs PCIe de até 2 TB. Os displays também variam, com opções tradicionais de resolução 1080p, uma edição 4K HDR e uma terceira também Full HD, mas com otimizações de consumo de energia que garantem autonomia de até 15 horas de uso contínuo.

Outra linha que está ganhando atualizações é a Yoga que, como o nome já faz imaginar, é voltada para notebooks conversíveis. Os notebooks abandonam a antiga constituição em fibra de carbono para ganhar corpo em alumínio, o que também levou a um chassi menor e mais leve que os antecessores. Com tela de 14 polegadas, o dispositivo tem 14 mm de espessura e pesa 1,3 kg.

Lenovo ThinkPad X1 Yoga vem com corpo em alumínio para garantir portabilidade sem perder robustez (Imagem: Divulgação/Lenovo)

Novas opções de cores, incluindo o que a Lenovo chamou de “cinza metálico” aparecem ao lado do novo acabamento, que garante ainda mais robustez a um dispositivo que foi feito para ser manipulado frequentemente pelo usuário. O display touchscreen pode virar completamente a alcançar até mesmo a traseira da máquina, ou permanecer em pé com sua estrutura inferir funcionando como base.

As configurações são semelhantes às do X1 Carbon, com o cliente podendo escolher entre diversas opções de processadores Intel Core de oitava geração, incluindo até 16 GB de memória RAM e SSD PCIe de 2 TB. A única diferença é que, aqui, não existe o display de 14 polegadas com maior eficiência energética, mas para compensar, as opções disponíveis incluem resoluções 1080p, WQHD (2560 x 1440 pixels) e 4K HDR, a mais indicada pela fabricante para quem trabalha ou consome mídia com frequência.

Saindo dos ThinkPads, a Lenovo apresentou também os novos laptops da linha Legion, voltados para dar um caráter mais discreto a máquinas gamer, mas sem deixar de lado o poder de processamento. De acordo com a empresa, os novos designs nasceram de pesquisas internas e enquetes com os próprios clientes, que demonstraram preferência por visuais mais sóbrios para que pudessem não apenas jogar em suas máquinas, mas também as utilizar em reuniões e outras situações de trabalho e formalidade.

O Legion Y740 é o notebook gamer discreto da Lenovo, apresentado na CES 2019 (Imagem: Divulgação/Lenovo)

Isso foi feito sem que as luzes RGB, tradicionais em equipamentos da categoria, fossem deixadas de lado. A alternativa da Lenovo foi investir em um design mais quadrado e o mais fino possível, todo em preto, enquanto as iluminações externas ficam localizadas nas saídas de ar e podem ser ligadas ou desativadas pelo usuário, de acordo com a necessidade do momento.

Com uma protuberância na parte traseira, voltada para melhorar a circulação de ar no interior do notebook, o Lenovo Legion Y740 aparece em opções com tela de 15 ou 17 polegadas, ambas com resolução FullHD e tecnologia G-Sync, da Nvidia. As opções de processadores incluem modelos de seis ou 12 núcleos da Intel e arquitetura Coffee Lake, sendo acompanhados de até 32 GB de memória RAM. HDs de até 2 TB, bem como opções de SSD PCIe de até 512 GB também podem fazer parte do pacote, enquanto o som é Dolby Atmos, com opção de um subwoofer adicional no modelo de display maior.

Chamou a atenção, ainda, o fato de a Lenovo não citar a placa de vídeo inclusa no modelo, falando apenas contar com parceria com a NVIDIA para uso de uma GPU “ainda não anunciada”. Ela, provavelmente, se refere aos chips da linha 2000, revelados pela marca também durante a CES 2019 e que devem ser parte integrante da maior parte da linha de máquinas gamer para este ano.

Toda essa sofisticação e robustez, é claro, tem seu preço. O mais barato da família de notebooks da Lenovo é o ThinkPad X1 Carbon, que tem valores a partir dos US$ 1.709, cerca de R$ 6.400. Acima dele está o Legion Y740, que sai a partir de US$ 1.749 (aproximadamente R$ 6.530) no modelo de 15 polegadas, enquanto a versão com 17 polegadas custará a partir de US$ 1.979, mais ou menos R$ 7.250. Por fim, o X1 Yoga custa US$ 1.929, algo na faixa dos R$ 7.200. As máquinas começam a dar as caras no mercado internacional em fevereiro.

Tela gigante para performance gigante

Acompanhando seu foco no desempenho, a Lenovo também levou para a CES 2019 dois novos monitores ultrawide de 43 polegadas, focados no mercado gamer ou não. O ThinkVision P44W e o Legion Y44W são, essencialmente, o mesmo produto, com a diferença estando no suporte que, no caso da versão corporativa, permite ajustes maiores.

Novos monitores ultrawide da Lenovo têm opções para público gamer ou não, com diferenças de ajuste sendo o diferencial (Imagem: Divulgação/Lenovo)

Ambos têm resolução DWUXGA, com 3840 x 1200 pixels e suporte às tecnologias G-Sync, da NVIDIA, e FreeSync 2, da AMD, que garantem maior tempo de resposta e imagens com menos quebra. Ambas as tecnologias trabalham lado a lado com a placa de vídeo, de forma a entregar o desempenho exigido por ela.

Os monitores também permitem a visualização de duas entradas diferentes lado a lado ou a utilização do modo Picture in Picture, com uma delas aparecendo menor, enquanto a outra ocupa toda a tela. De acordo com a Lenovo, a sensação de uso é de dois monitores de 24 polegadas lado a lado, com um aspecto 32:10, mas linhas finas e base reduzida, de forma que o espaço ocupado pelo monstro seja o menor possível.

O lançamento dos displays está marcado para abril, com a versão convencional custando US$ 1.299, ou aproximadamente R$ 4.850. A edição voltada para o público gamer custa US$ 100 a menos.

Fonte: Lenovo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.