CES 2015: Keyssa Kiss, a tecnologia que transmite dados e energia sem usar fios

Por Redação | 09.01.2015 às 16:29

A conexão por meio de fios e plugues metálicos via entradas USB e similares pode estar com os dias contados. A empresa Keyssa exibiu na CES 2015 uma alternativa bem mais prática e rápida de trocar informações entre dois dispositivos próximos.

Ao invés dos fios e conectores metálicos, o chamado Keyssa Kiss utiliza pequenos sensores que podem fazer a conexão de PCs, smartphones, tablets e notebooks apenas com a proximidade dos aparelhos, sem a necessidade de toque. A tecnologia promete sinais curtos de alta frequência e sem fio, com velocidade de até 6 gigabits por segundo. A conectividade também permite que sejam reproduzidos arquivos em vídeo com qualidade Ultra HD (4K).

Outra vantagem do Keyssa Kiss em relação à conectividade atual é a possibilidade do uso da tecnologia Qi de recarga wireless. Assim, os aparelhos também podem ter suporte de alimentação de energia sem fio e de alta velocidade. Além disso, um dos exemplos mostrados pela Keyssa teve uma memória SSD, bem mais veloz do que um disco rígido convencional, comunicando-se com um laptop por meio do USB sem fios.

De acordo com o TechSpot, o Keyssa Kiss fica na frente também da conexão Wi-Fi para transferência de arquivos porque não necessita de chip de rádio e nem de bateria. "Nos últimos 25 anos, tive que lutar com conectores metálicos delicados que são colocados em buracos feios feitos em produtos de forma bonita", criticou Tony Fadell, presidente da startup Keyssa e também da Nest, além de ser o designer do iPod original. "Espero 'beijar' (uma alusão ao nome do aparelho Keyssa Kiss) a conectividade para desencadear uma onda de inovação no design industrial", disse em uma entrevista à Bloomberg.

Segundo a companhia, o dispositivo será colocado à venda no segundo semestre deste ano por um preço competitivo. O desafio agora é convencer as fabricantes a deixar as entradas com conectores metálicos de lado e adotar a conectividade Keyssa Kiss como padrão.

Fonte: http://ces.gizmodo.com/these-hidden-wireless-connectors-could-make-ports-obsol-1677689708