CES 2014: vimos de perto o mini-PC da Intel, Edison

Por Igor Lopes | 08 de Janeiro de 2014 às 08h35

*De Las Vegas, Estados Unidos

A Intel revelou ontem durante sua apresentação para imprensa seu novo mini-PC Edison, uma placa de 400 MHz do tamanho e dimensões exatas de um cartão SD. O chip suporta o sistema operacional Linux e carrega o processador dual-core Quark SoC, o sucesso do Intel Atom, além de Wi-Fi, Bluetooth 4.0 e uma loja de apps integrada. De acordo com a empresa, o chip estará disponível a partir de meados de 2014.

Para quem trabalha com o desenvolvimento de gadgets e peças de hardware, o lançamento da Intel surge em um momento mais do que bem-vindo. Com o Edison, a empresa sinaliza que deverá entrar de cabeça em duas das tendências que devem marcar o ano de 2014: a Internet de Todas as Coisas e os dispositivos "usáveis".

Edison

Imagem: Reprodução/The Verge

Durante a apresentação do dispositivo, a Intel demonstrou o macacão de bebê Mimo, carregado com um Edison e capaz de medir os batimentos cardiácos, respiração e o quanto a criança está dormindo bem através de seus movimentos no berço. Conectado a uma mamadeira inteligente, o Edison também é capaz de detectar quando o bebê está acordado para ser alimentado e quando o leite está quente o suficiente para ele. A empresa agora está oferecendo US$ 1,3 milhão em prêmios para os desenvolvedores que melhor criarem tecnologias wearable que utilizem o Edison.

Aqui na CES 2014, nós pudemos olhar o Edison de perto, mas não é o tamanho nem a capacidade que impressionam: o mais interessante, e o que nós estamos mais empolgados para ver, são as possibilidades que o novo chip pode criar na mão de desenvolvedores com uma boa ideia na cabeça.

Com o computador, agora é possível trazer capacidade operacional superior, além de um tamanho diminuto para novos gadgets customizados.

A empolgação ao redor do Edison é tão grande que a nova placa já está sendo chamada de Raspberry Pi-killer, em referência ao computador desenvolvido no Reino Unido Raspberry Pi, que é utilizado hoje por desenvolvedores de gadgets e possui o tamanho de um cartão de crédito. Será que agora a moda da wearable tech pega?

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.