CES 2013: Samsung apresenta chip de oito núcleos e display dobrável

Por Igor Lopes | 09.01.2013 às 17:08 - atualizado em 10.01.2013 às 03:15
photo_camera CNET

* Em Las Vegas, EUA

Os rumores finalmente foram confirmados: a Samsung apresentou, durante uma conferência nesta quarta-feira (09) o primeiro display flexível para smartphones e tablets do mundo. Chamado de Youm, a tela pode ser dobrada ao meio, nas laterais ou em “S”, sem deixar de funcionar ou distorcer o conteúdo.

Foram mostrados dois protótipos de smartphones dobráveis durante a apresentação, um deles rodando o sistema operacional da Microsoft, o Windows 8. Mesmo longe da CES 2013, a empresa de Steve Ballmer fez uma aparição no keynote da Samsung para anunciar que já está desenvolvendo aplicações para o novo display flexível.

O Youm usa uma tecnologia OLED chamada Green LCD, que usa uma nova estrutura de pixels para melhorar a imagem e prolongar a vida útil da bateria. A Green LCD deve chegar a outros dispositivos da Samsung, como o Nexus 10.

Mas a Samsung não parou por aí, anunciando ainda o processador de oito núcleos (octa-core) Exynos5 Octa, desenhado para smartphones e tablets de última geração. Com fabricação baseada em 28 nm, o chip possui dois grupos de quatro processadores e, segundo a Samsung, pode rodar aplicativos “intensos” com eficiência energética 70% maior do que a geração anterior.

O Exynos5 funciona com a tecnologia “Little Big”, que permite que diferentes núcleos sejam usados para diferentes tarefas, levando a uma capacidade de processamento muito superior com um consumo menor de energia. Segundo a empresa, é possível reproduzir vídeos em full HD nos dispositivos sem nenhuma perda de frames por segundo ou “lags”.

A última novidade da empresa é uma nova tecnologia para discos rígidos com armazenamento de dados baseado na tecnologia de memória flash da companhia. Voltados para data centers, os novos componentes visam solucionar o crescente problema de armazenamento de dados do mundo. Os novos disco rígidos são seis vezes mais rápidos e consomem 26% menos energia que a geração anterior.

Ao final da apresentação, o ex-presidente americano Bill Clinton assumiu o palco para falar sobre as iniciativas junto à Samsung para promoção da tecnologia em países em desenvolvimento.