As 4 tendências que deverão marcar a CES 2015

Por Redação | 06 de Janeiro de 2015 às 12h54

A CES 2015 abre suas portas oficialmente hoje e, ao contrário do que alguns imaginam, ela não é uma feira apenas para os consumidores. Muita coisa que é revelada durante a feira é sobre a própria indústria de tecnologia. Ainda que algumas empresas optem por não lançar seus maiores produtos durante a CES, ela é um evento em que novos conceitos, estratégias e tendências começam a surgir.

De acordo com o ZDNet, a CES trará durante essa semana quatro grandes tendências a que os profissionais de negócios devem estar atentos e que certamente moldarão o mercado de tecnologia nos próximos meses.

1. Será que as pessoas realmente usam wearables?

A primeira tendência da feira promete ser apresentada aos montes durante os próximos dias. Antes mesmo de abrir as suas portas oficialmente, a CES 2015 já revelou vários wearables para os consumidores, dando a entender que essa será uma tendências das marcas ao longo da semana. Com tantos modelos sendo lançados a grande dúvida é se esses dispositivos serão bem aceitos pelo público. De acordo com um artigo do TechRepublic, cerca da metade dos usuários perde o interesse em wearables dentro de poucos meses depois de experimentá-los. Ainda que exista uma forte campanha publicitária para tornar estes aparelhos interessantes ao público, o resultado não tem sido tão satisfatório como se esperava.

Apesar disso, a CES 2015 pode ditar o sucesso dos wearables durante o ano. Para que as empresas tenham sucesso com essa nova gama de dispositivos, elas terão que apresentar produtos realmente úteis e que façam diferença na vida das pessoas e não somente uma extensão dos smartphones. Isso significa que as empresas terão que estar mais atentas para os wearables se quiserem fazer deles um negócio de impacto.

2. A impressão 3D está pronta para chegar às massas?

Outra resposta que a CES 2015 pode fornecer é se a impressão 3D está pronta para chegar as massas. A tecnologia foi um assunto bastante recorrente em 2014 e certamente isso tem influência significativa entre os usuários. Por ter despertado tanta atenção, as empresas participantes da feira poderão apresentar soluções interessantes para o consumidor final. O problema que essas fabricantes terão que enfrentar está relacionado à praticidade para se projetar e imprimir o próprio material. Os modelos existentes atualmente não são tão simples de utilizar para o público em geral.

Algumas companhias como a Stratasys/Makerbot e a 3D Systems têm encabeçado as tecnologias de impressão 3D e acompanham a chegada de novas empresas para o mercado. A HP é uma das empresas que podem entrar com força fornecendo novas soluções em 2016. O que se vê, no entanto, é que essas empresas ainda estão focadas em levar essas soluções a outras empresas e não aos consumidores finais. A CES pode mudar isso.

3. A Internet das Coisas irá deslanchar?

A Internet das Coisas tem sido uma das tendências mais fortes para o mercado de tecnologia de negócios durante os últimos meses. A realidade é que a ela tem se mostrado, ao menos por enquanto, apenas como uma forma de se utilizar o Big Data, visto que o seu propósito é reunir dados que podem ser transformados em insights para agilizar e automatizar processos de negócios.

Durante a CES as empresas podem dar um passo além e apresentar novas formas de utilização destes dados. Por serem tão abrangentes, os dados podem ser utilizados para uma enorme quantidade de soluções, podendo conectar-se com outros sistemas a fim de potencializar sua importância.

4. Veremos inovações nos smartphones e tablets?

Os assuntos mais discutidos nas últimas edições da CES foram os lançamentos de tablets e smartphones. Estes roubaram a atenção da imprensa e do público por muito tempo devido às suas evoluções. No entanto, a inovação nesta área para ter-se estabilizado ao mesmo tempo em que os novos modelos de smartphones e tablets encontram um mercado saturado, em especial nos Estados Unidos.

A Samsung, por exemplo, uma das maiores fabricantes de smartphones e tablets do mundo, teve resultados abaixo do esperado devido à dificuldade em vender novos modelos em mercados que já não respondem mais como antes às vendas desses dispositivos. A própria Apple também poderia ter obtido resultados mais impactantes se os seus aparelhos apresentassem mais novidades e inovações. Por conta disso, é provável que vejamos como tendência na CES 2015 smartphones e tablets bastante similares aos que já existem no mercado.

Fonte: http://www.zdnet.com/article/ces-2015-the-4-trends-to-watch-for-business-professionals/

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.