Google vai descontinuar o Chromecast Audio

Por Felipe Demartini | 14 de Janeiro de 2019 às 11h30
Tudo sobre

Google

A Google anunciou que está parando de fabricar o Chromecast Audio. O dispositivo é capaz de transformar qualquer caixa de som em um alto-falante inteligente e não será reposto nas lojas de todo o mundo, com as unidades presentes sendo as últimas disponíveis. Daqui em diante, o dispositivo deve receber apenas atualizações de software e suporte técnico para os atuais usuários.

Lançado em setembro de 2015, o aparelho veio como um irmão do Chromecast, voltado para vídeo e televisores não-inteligentes, que não sofreu alteração em sua disponibilidade. Em comunicado, a Google citou uma evolução em seu portfólio de produtos e a presença de outros dispositivos para os fãs de música como os motivos para a descontinuação.

As sucessivas quedas no preço do dispositivo, que vinham sendo aplicadas pela empresa já há algum tempo, demonstravam um sinal de problemas. Na última Black Friday, por exemplo, o Chromecast Audio chegou a ser comercializado nos Estados Unidos por US$ 15 (cerca de R$ 55 na conversão direta), um valor menor do que a metade de seu preço oficial de lançamento, que era de US$ 35. Passada a temporada de descontos, entretanto, o valor jamais retornou ao patamar anterior, o que demonstrava uma possível limpeza de prateleiras.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Além disso, há de se levar em conta o foco da Google em outros dispositivos inteligentes que reúnem não apenas a função musical, mas também dão acesso a seu assistente de voz. É o caso, por exemplo, do Google Home Mini, caixinha que foi lançada em 2017 e que sai por US$ 29 (mais ou menos R$ 108), menos do que o valor inicial do Chromecast Audio.

Com o anúncio, a loja oficial da Google não possui mais unidades do Chromecast Audio, com alguns clientes relatando que as compras do aparelho também vêm sendo canceladas desde a temporada de Natal. Esse é o caso nos Estados Unidos e Reino Unido e, aparentemente, também do Brasil, com os links para varejistas parceiros no site oficial levando o usuário a páginas de "produto esgotado".

Outras lojas, que não as listadas no site oficial, ainda têm o dispositivo à venda em seu valor inicial de lançamento por aqui, R$ 399. Pode ser a última chance para quem quiser adquirir o produto.

Fonte: 9to5 Google

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.