Amazon pode já desenvolver Echo mais potente e robô doméstico com Alexa

Por Wagner Wakka | 12 de Julho de 2019 às 17h19
Tudo sobre

Saiba tudo sobre Amazon Echo Dot (3ª geração)

Ficha técnica

A Amazon já pode estar com o desenvolvimento de um novo Echo em andamento. Segundo a Bloomberg, a empresa está produzindo uma versão maior e com especificações melhores do alto-falante inteligente.

O veículo está em contato com pessoas próximas ao projeto, as quais confirmaram os planos da empresa. A Amazon tem um cronograma de colocar esta nova versão do aparelho no mercado já no ano que vem.

O novo Echo seria um pouco mais largo, mas manteria o formato cilindro atual. O aumento de tamanho se deve principalmente à adição de hardware, contando agora com 4 tweeters, assim chamadas as caixas de som voltadas a frequências mais agudas.

Junto dele, a Amazon também está trabalhando em um robô doméstico. Segundo a mesma fonte, a proposta é de ele contar com rodas e que possa responder por comando de voz da Alexa. O desenvolvimento dos dois protótipos está sendo realizado pelo Amazon Lab126, um espaço que envolve pesquisa de novos produtos e fica localizado em Sunnyvale, na Califórnia.

Competição por áudio

Embora seja um aparelho reconhecido com boas respostas de inteligência artificial da Amazon, o Echo vem perdendo espaço para concorrentes da Google e Apple, exatamente por conta de qualidade de áudio.

Amazon Echo tem boa receptividade, mas não oferece boa qualidade sonora (Foto: Divulgação/Amazon)

A gigante do varejo já tentou melhorar este aspecto do seu dispositivo em outros momentos, oferecendo a seus usuários outros dispositivos que podem ser ligados ao Echo, como caixas de som melhores.

Vale lembrar também que a Amazon já está trabalhando em seu modelo de fones de ouvido sem fio, para competir no mercado com Apple e Samsung.

Robô

Segundo levantamento da Bloomberg, o robô doméstico está sendo desenvolvido internamente sob o codinome Vesta, sendo que a primeira perspectiva era de apresentá-lo ao mercado no começo deste ano.

Contudo, por conta de problemas internos, ele ainda não está pronto para produção em massa. Internamente, a empresa também teria redirecionado funcionários de outras áreas para a do Vesta, tentando fazer com que o aparelho chegue o quanto antes.

As fontes não deram detalhes de como seria este aparelho, mas segundo especialistas consultados também pela Bloomberg, é possível que ele seja uma versão da Alexa com movimento, podendo seguir o usuário pela residência.

Vale lembrar que, apesar da consulta da Bloomberg a pessoas próximas do projeto, a Amazon ainda não confirmou as informações.

Fonte: Bloomberg

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.