Waymo pode dobrar quantidade de carros autônomos nos EUA

Por Felipe Demartini | 20 de Março de 2019 às 12h12

A Waymo anunciou a abertura de um novo centro de manutenção na cidade de Mesa, nos Estados Unidos, capaz de dobrar a quantidade de carros autônomos na região de Phoenix. É lá que a empresa concentra a maioria de seus experimentos com essa tecnologia, tendo uma frota de 600 veículos e utilizando passageiros voluntários e motoristas atrás do volante para testar a tecnologia.

O novo local deve ampliar ainda mais essa capacidade, servindo como um centro não apenas para reparo dos veículos, mas também controle e concentração de dados obtidos a partir dos testes. São 85 mil metros quadrados de um local já em fase avançada de implementação, que deve começar a funcionar neste segundo semestre.

A ideia, entretanto, é trabalhar aos poucos. Por mais que o local seja enorme e permita esse tipo de expansão, na breve publicação sobre o assunto, a Waymo disse que o crescimento será feito de forma progressiva, com o lançamento do centro de manutenção representando mais uma etapa no investimento que vem sendo realizado pela companhia na região e também na tecnologia em si.

O objetivo final, claro, é o lançamento comercial, apesar de a subsidiária da Alphabet e empresa-irmã da Google ainda estar distante disso. O que não impediu, entretanto, o lançamento de pequenos projetos pilotos, como uma fase experimental de testes com carros autônomos que aconteceu em abril de 2017 e atraiu 400 participantes, ou a circulação comum de veículos com e sem motoristas ao volante pelas ruas da região de Phoenix.

Um aplicativo comercial, o Waymo One, também já está disponível para usuários selecionados pela empresa, que podem ser chamados para pequenos testes ou experimentações de novos recursos. São diferentes frentes que andam em conjunto e, de acordo com a empresa, ganham um novo apoio com a abertura do centro de manutenção. O local permitirá à empresa cobrir mais bairros da região, além de contratar mais gente para participar da empreitada.

Hoje, ela já possui um centro desse tipo em Chandler, expandido em agosto de 2018 para uma área de 60 mil metros quadrados. Lá, além de manutenção e controle, também estão técnicos, engenheiros, desenvolvedores e os serviços de apoio e suporte a passageiros, além de profissionais de prontidão para o caso de acidentes ou emergências.

O novo centro conta com a parceria da prefeitura, algo que deve auxiliar, também, no desenvolvimento dos projetos relacionados aos carros autônomos. Os testes em Phoenix já acontecem há dois anos e, além de motoristas revoltados com a presença de veículos sem motoristas nas ruas, não resultaram em muitos incidentes. Para a Waymo, a expectativa é que as coisas continuem tranquilas assim no caminho para o lançamento de um serviço efetivo.

Fonte: Waymo

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.