VW anuncia investimento de US$ 11,8 bi para construir carros elétricos na China

Por Redação | 16 de Novembro de 2017 às 16h03
photo_camera Divulgação

A China, a cada dia que passa, torna-se o grande objeto de desejo da indústria automolística. Os grandes jogadores planejam invadir o país asiático para vender carros e tecnologia. Tesla, Honda, Samsung e Ford já anunciaram projetos e parcerias para construir e negociar seus modelos movidos a eletricidade no país. E tem mais gigante querendo um naco do mercado consumidor chinês.

Agora, é a vez da Volkswagen. Como é comum na China, os números são grandiosos. A montadora alemã planeja investir US$ 11,8 bilhões em 15 projetos de veículos, híbridos ou totalmente elétricos, até 2020. A proposta é para conceber e construir os carros no país asiático.

O mercado chinês virou uma espécie de eldorado para as montadoras desde que o governo local anunciou que vai vetar a produção e venda de carros a combustão. Mesmo sem ter uma data definida, o projeto é trabalhar para que o país saia na frente de alguns países europeus, como França, que determinou o ano de 2040 como prazo para a proibição.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

De qualquer forma, os consumidores chineses terão mais oferta de veículos elétricos mesmo antes da definição da data. Isso porque, a partir de 2019, as montadoras receberão benefícios para vender mais carros movidos a eletricidade. Quem não cumprir metas terá que pagar multa ao governo chinês ou comprar créditos de fabricantes locais. A ideia não é só combater a poluição, mas também incentivar a indústria chinesa.

Expectativa alta

A VW espera vender 400 mil carros elétricos por ano até 2020, meta que passará a 1,5 milhão em 2025. Estes carros terão que ser construídos na China, pois veículos não fabricados no país — caso das joint ventures com empresas parceiras domésticas — estão sujeitas a um imposto de importação de 25%, que os tornaria pouco competitivos no mercado.

O grande impulso da VW em direção a uma oferta maior de modelos eletrificados começou no início deste ano, quando o grupo alemão anunciou que iria produzir, até 2030, 30 novos carros híbridos e 50 totalmente movidos a eletricidade.

Fonte: ArsTechnica

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.