Singapura vai começar a testar ônibus que dirige sozinho

Por Redação | 24.10.2016 às 13:07 - atualizado em 24.10.2016 às 13:42

Singapura anunciou que vai começar os testes de ônibus que dispensam motoristas. E para quem pensa que será um modelo de pequeno porte, está enganado: os veículos de transporte público autônomos testados no país terão 12 metros de comprimento e serão capazes de transportar até 80 pessoas.

Os testes acontecerão na região de Jurong West, mais especificamente entre a Universidade Tecnológica de Nanyang (NTU) e o CleanTech Park, com percurso de cerca de um quilômetro e meio. No entanto, a equipe responsável pelos testes está considerando aumentar o trajeto para cerca de 8 quilômetros, tendo como destino final a estação de metrô Pioneer MRT.

A NTU foi uma das primeiras instituições de pesquisa a testar um serviço de transporte público elétrico dentro do seu campus, desde 2013. Agora a universidade quer usar esse know-how para desenvolver carros autônomos híbridos elétricos, usando sensores e outros recursos para que eles viajem sem a necessidade de um condutor humano. Os ônibus também serão preparados para serem recarregados ao chegarem em uma parada ou estação ferroviária.

Ônibus Autônomo Singapura

"Atualmente, os esforços em todo o mundo estão focados em carros", disse o professor Lam Khin Yon, vice-presidente de pesquisa da NTU. "Então, este teste de ônibus autônomo é o primeiro do seu tipo a acontecer em Singapura e terá como objetivo melhorar a segurança rodoviária, reduzir o congestionamento de veículos , aliviar os problemas com a poluição e a mão de obra."

Vale lembrar que em meados de julho a Mercedes-Benz realizou um test drive pelas ruas e estradas próximas de Amsterdã, na Holanda com um ônibus autônomo que rodou a uma velocidade média de 70 km/h e percorreu uma distância de 20 quilômetros. Ainda não se sabe a Mercedes planeja produzir o ônibus em larga escala para a implantação no transporte público, mas a conquista mostra que provavelmente em um futuro não tão distante as cidades inteligentes finalmente poderão se tornar realidade.

Via Engadget