Qualcomm apresenta sistema de conexão entre carros sem internet

Por Wagner Wakka | 12 de Julho de 2018 às 17h58
photo_camera Captura
TUDO SOBRE

Qualcomm

Um dos passos para a tecnologia de carros autônomos é a conexão entre eles. O que pode parecer ainda um futuro distante, na verdade já está em testes em alguns lugares do mundo. A Qualcomm, junto com a 5G Automotive Association (5GAA), o Grupo BMW e a Ford Motor Company fizeram a primeira demonstração ao vivo de uma tecnologia de comunicação direta entre carros e objetos na via.

Chamado de Cellular Vehicle-to-Everything, o sistema conecta diretamente os carros entre si e avisa ao motorista possíveis momentos de colisão além de dar alertas de carros na via ou mesmo objetos próximos.

A apresentação aconteceu em um evento realizado em Paris e envolveu não somente carros, mas também motos e outros itens de infraestrutura de estrada com que os veículos poderiam interagir.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A curiosidade tecnológica aqui ainda é o fato de que não é necessária uma rede de internet entre celulares, sendo que a própria tecnologia embarcada nos automóveis cria a conectividade entre a partir de modens e processadores da Qualcomm.

“Esta demonstração de interoperabilidade entre várias montadoras não é apenas um marco importante para a implantação do C-V2X, mas é também uma validação da viabilidade comercial e a compatibilidade global de uma comunicação direta em C-V2X para veículos conectados ”, disse Enrico Salvatori, vice-presidente sênior e presidente da Qualcomm para Europa.

Com testes e demonstrações já em andamento, a proposta é de que a tecnologia alcance o mercado já em 2019. Uma das propostas e até argumento de venda da tecnologia é que, diferente da conexão bluetooth de aparelhos de som, este sistema possibilidade um ganho relevante em segurança. Isso quer dizer que o carro pode, não somente emitir avisos de segurança para o motorista, como a depender do caso, até mesmo fazer uma frenagem de emergência.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.