Nissan revela novas irregularidades em testes de carros no Japão

Por Redação | 09 de Julho de 2018 às 17h53

A Nissan admitiu a ocorrência de novas irregularidades em inspeções efetuadas em seus veículos no Japão. Após uma série de avaliações por pessoal não especializado ter levado a um recall de 1,2 milhão de veículos no país, dessa vez a montadora afirma ter encontrado documentos fraudados relacionados a testes de emissão de gases do escapamento e de eficiência de combustíveis.

Em nota emitida à agência de notícias Efe, um porta-voz da montadora revelou que o problema ocorreu em quatro de suas cinco fábricas domésticas – o que afeta um total aproximado de 1,2 mil veículos. O texto afirma ainda que os referidos testes ou foram realizados (novamente) por pessoal não autorizado, ou simplesmente foram conduzidos em ambiente não apropriado.

A Nissan reforça, entretanto, que os veículos produzidos não estão em desacordo com as normas de segurança impostas pela legislação japonesa, já que os dados teriam sido “maquiados” unicamente para atender a padrões internos da companhia, relativamente mais rígidos.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Fonte: Agência Efe

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.