GM e Honda firmam parceria para criar carros autônomos em larga escala

Por Rafael Rodrigues da Silva | 05 de Outubro de 2018 às 08h11
Divulgação

A General Motor anunciou nesta quarta-feira (3) uma nova parceria com a Honda. O objetivo da aliança é acelerar a produção de carros autônomos da Cruise, braço da GM responsável pelo desenvolvimento de veículos sem motorista.

As três empresas trabalharão em conjunto para o desenvolvimento de carros autônomos com foco em exportação em escala global e utilização nos maiores conglomerados urbanos do mundo. Para esta parceria, a Honda contribuirá com um valor total de US$ 2,75 bilhões, sendo US$ 750 milhões como investimento direto na Cruise; os US$ 2 bilhões restantes serão injetados em parcelas ao longo dos próximos 12 anos.

Imagem divulgada pela GM que mostra a ideia inicial do design do carro que será desenvolvido em parceria com a Honda

De acordo com o vice-presidente executivo da Honda, Seiji Kuraishi, a escolha em colaborar com a GM e a Cruise foi baseada no fatos de a empresas já serem líderes no desenvolvimento de veículos elétricos autônomos, além de todas partilharem a mesma visão de um carro autônomo que não irá gerar nenhuma emissão de carbono e com um tecnologia que deverá prevenir qualquer tipo de acidente automotivo. Além disso, Honda e GM já possuem um longo histórico de parcerias no desenvolvimento de tecnologias automotivas, e esse histórico pesou bastante na escolha da empresa japonesa, que irá oferecer seu expertise em design e uso eficiente de espaço para criar novos modelos de veículos autônomos da Cruise.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

No ano passado, a Cruise lançou a segunda geração de seus veículos autônomos, com automóveis que possuem uma maior quantidade de sensores e menor tempo de resposta do que os da primeira geração. Todos os carros também podem ser operados por um motorista, possuindo volantes e pedais de acelerador e freio. Os testes são feitos em sua maioria na cidade de São Francisco, mas também há alguns veículos que circulam nas regiões de Milford e Phoenix.

Kyle Vogt, CEO da Cruise, afirma que o apoio da Honda será crucial para que a empresa consiga criar carros autônomos eficientes e seguros em larga escala, e crê que os primeiros modelos poderão ser adquiridos pelo público em breve.

Fonte: Detroit Free Press

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.