Ford anuncia parceria de US$ 750 mi para lançar carro elétrico na China

Por Redação | 09 de Novembro de 2017 às 15h27

A Ford prepara sua invasão chinesa no mercado de carros elétricos com armas poderosas. Primeiro, anunciou que criou uma joint venture com a montadora chinesa Zotye. Depois, informou que a nova marca vai investir US$ 756 milhões (algo como R$ 2,5 bilhões) no desenvolvimento de veículos para consumo interno.

A joint venture recebeu o nome de Zotye Ford Automobile Company e está dividida ao meio, 50% para cada empresa. Ainda não foi definido o nome da montadora, mas já se sabe que haverá um centro de pesquisa e desenvolvimento próprio, além de uma fábrica na província de Zhejiang.

O objetivo da nova montadora, segundo o anúncio divulgado nesta semana, é oferecer veículos elétricos "elegantes e acessíveis" ao consumidor chinês.

Mercado em expansão

Esse é um mercado muito visado pelas montadoras, ainda que os veículos elétricos não sejam o principal negócio neste momento. A estratégia é começar a conquistar espaço num ambiente ainda pouco explorado.

Os números corroboram com a ideia de invadir o mercado automotivo chinês, especialmente de carros elétricos. Ainda que os veículos movidos a eletricidade respondam por apenas 1,5% das vendas no mercado chinês, esse número corresponde a 40% das vendas globais desse modelo.

A margem deve continuar crescendo. Como o governo chinês pretende eliminar o motor a combustão interna nas próximas décadas, conquistar o mercado de veículos elétricos pode ser um estratégia de negócio que finque marcas com solidez no disputado consumidor chinês.

Fonte: Ars Technica

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.