Exército dos Estados Unidos aposenta seu primeiro drone

Por Redação | 30 de Dezembro de 2015 às 12h50

O conceito de drones militares pode parecer algo novo, mas a verdade é que eles estão ficando oficialmente velhos a partir deste mês: o Exército dos Estados Unidos aposentou seu primeiro drone, o Hunter fabricado pela Israel Aerospace Industries (IAI), após 20 anos de serviço.

O veterano robô de reconhecimento será utilizado apenas em unidades de apoio contratadas pelo governo. Enquanto isso, as tropas vão utilizar o Gray Eagle, drone fabricado pela General Atomics e que possui sensores melhores e maior autonomia (25 horas contra 12 do drone aposentado), além de um teto de altitude maior (29.000 pés contra 15.000).

Gray Eagle

Gray Eagle, o drone que vai substituir o aposentado Hunter (Foto: Divulgação)

O velho Hunter teve um início conturbado devido a problemas de má gestão na produção do veículo, mas está terminando sua carreira em grande estilo. Seus primeiros voos operacionais na Península Balcânica, em 1999, representaram uma espécie de batismo de fogo para drones das Forças Armadas norte-americanas – o Hunter foi tão bem sucedido em sua missão que sua produção foi retomada para que mais unidades fossem para o céu.

Ao longo de sua "carreira", o drone também serviu no Iraque a partir de 2003 e desenvolveu uma reputação de resistência que pode ser difícil de igualar. Embora a substituição do Hunter por um veículo mais moderno seja indiscutivelmente necessária, ele fará falta.

Fonte: Engadget

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.