Elon Musk: em 10 anos, carros autônomos dominarão a indústria automobilística

Por Redação | 14 de Fevereiro de 2017 às 21h24
photo_camera Divulgação

O milionário Elon Musk, responsável por empresas como SpaceX e Tesla, certamente tem muito cacife para fazer previsões na indústria da tecnologia. Trabalhando em áreas que vão da energia solar à exploração espacial, o executivo arriscou um palpite, durante uma conferência em Dubai, para a próxima década: a indústria automobilística será dominada por carros autônomos.

Musk prevê que as montadoras terão expertise suficiente para produzir carros 100% autônomos, que dispensam verdadeiramente um motorista e realizam trajetos com precisão. Ele acredita que a inteligência artificial e a tecnologia de autonomia em veículos passarão por uma etapa incrível de aperfeiçoamento na próxima década.

Hoje em dia, a própria Tesla já projeta e fabrica carros com sensores que permitirão a navegação completa pelas ruas sem a presença de um humano no cockpit. Elon ainda afirma que, ainda neste ano, vai cruzar os Estados Unidos dentro de um carro da Tesla sem sequer precisar tocar no volante.

Mais autônomos que convencionais na frota mundial?

A realidade da indústria automobilística no quesito autonomia de veículos é, ainda, incipiente. Apesar das apostas de Musk, ainda deve demorar um pouco para que o impacto da nova tecnologia seja aceito e passe a ser a norma nas ruas e estradas dos EUA e do mundo.

Segundo Musk, ao todo, temos aproximadamente 2 bilhões de carros circulando no planeta, com 100 milhões sendo produzidos a cada ano, em média. Isso daria um prazo de vida útil de 20 a 25 anos a cada veículo em plena atividade. Ou seja... vai levar cerca de duas décadas até que tenhamos mais carros autônomos que convencionais circulando nas ruas.

Com informações do Business Insider

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.