Direto da ficção científica, caminhonete da Tesla será lançada dia 21 deste mês

Por Fidel Forato | 07 de Novembro de 2019 às 12h15
Stephen Mason/ Youtube
Tudo sobre

Elon Musk

Saiba tudo sobre Elon Musk

Direto do universo ficcional de Blade Runner, a picape elétrica Tesla Cybertruck será apresentada oficialmente dia 21 de novembro em Los Angeles, no mesmo terreno da sede da SpaceX. A novidade foi contada pelo próprio Elon Musk, CEO da empresa fabricante de carros elétricos, no Twitter, a rede social que ele já voltou a usar.

A ideia de uma caminhonete própria da Tesla vem desde 2013, quando Musk mencionou seu desejo de disputar o mercado com os tradicionais modelos Ford F-150. Nesses últimos seis anos, o empresário provocou a concorrente sem oferecer muitos detalhes concretos. Já disse que o veículo elétrico terá seis lugares e custará a partir de US$ 50.000. Musk também sugeriu que a versão top de linha será alimentada por um motor duplo, com capacidade de tração de 300,000 libras.

Musk descreveu o veículo mais uma vez como um caminhão de aparência futurista que não pareceria nada distante de um cenário de ficção científica. Inclusive, mencionou que a picape parecerá um veículo blindado, similar até aos modelos militares.

Imagem conceito do próximo automóvel elétrico da Tesla (Fonte: Reprodução Youtube / Stephen Mason)

Especulações

Durante evento da Força Aérea, em São Francisco, na terça-feira (5), Musk cogitou levemente a possibilidade de usar a próxima caminhonete Cyberpunk como um veículo, em potencial, para os militares dos EUA, o que seria um bom presságio para a Tesla. As declarações também sugerem que o Tesla Cybertruck não será um carro urbano como o Modelo S, X, Modelo 3 e Y, anteriormente lançados pela empresa. Então, será provavelmente construída a partir de uma estrutura mais resistente e será capaz de atravessar terrenos acidentados.

No entanto, a impressão foi imediatamente corrigida, via Twitter, por Musk que afirmou que as equipes de militares presentes "não compram APCs. É a Força Aérea." Segundo o CEO, sua participação no evento se limitou a sua conferência.

De certa forma, uma caminhonete totalmente elétrica faria sentido para os militares. O Tesla Cybertruck seria muito fácil de carregar se estivesse estacionado em um navio movido a energia nuclear, por exemplo, permitindo que os militares americanos transportassem menos combustível extra durante suas incursões.

Outra vantagem é que o automóvel poderia ser abastecido em praticamente em qualquer lugar, desde que bases militares remotas tenham painéis solares e dispositivos de armazenamento de bateria. Todas essas são apenas ideias e especulações, mas apresentam algumas vantagens práticas de um veículo totalmente elétrico desenvolvido para o uso militar.

Fonte: Tesla Rati; The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.