É possível alugar carros híbridos e elétricos no Brasil? Como?

Por Felipe Ribeiro | 18 de Fevereiro de 2021 às 11h19
Matheus Argentoni/Canaltech

Existem muitas locadoras de automóveis no Brasil, cada uma com sua frota e serviços selecionados. A variedade não é tanta como em países como os Estados Unidos, é verdade, mesmo assim o cidadão brasileiro, pelo menos nas grandes cidades, consegue alugar um carro sem maiores dificuldades.

Um diferencial que algumas empresas têm e que está cada vez mais em destaque é a possibilidade da locação de carros híbridos e elétricos. Seja em locadoras ou até mesmo diretamente com as fabricantes, esse serviço está em franco crescimento no Brasil e logo poderemos ver as frotas já divididas com esses modelos.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Uma das empresas que disponibiliza esse serviço, mas que começou recentemente, é a Unidas. A locadora, que já tem anos de mercado no Brasil, incluiu em sua frota o excelente Volkswagen Golf GTE, já avaliado aqui no Canaltech.

Apesar do preço salgado na hora de reservar, com diária média de R$ 389,49, a empresa disponibiliza o carro com quilometragem livre, ou seja, você pode rodar à vontade com ele. Além disso, por ser extremamente econômico, o Golf GTE vai te fazer gastar menos na hora da devolução, já que a regra é sempre encher o tanque do veículo na hora de devolvê-lo. Isso sem falar que, ao contrário da maioria dos carros disponíveis nas locadoras, o Golf GTE é extremamente completo e bem servido tecnologicamente.

Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech

Outra empresa que também está apostando na eletrificação de sua frota é a Movida. Em algumas lojas da franquia já é possível fazer a reserva de carros elétricos, como o Nissan Leaf e o BMW i3, ambos também avaliados pelo Canaltech.

Com todos os cuidados possíveis que devemos ter com um carro desse tipo, sua quilometragem também é livre, desde que o usuário se programe para devolvê-lo carregado. O preço na Movida para os carros elétricos fica na casa dos R$ 313,62 por dia.

Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech

Há, também, opções mais arrojadas em termos de locação, como o que a Kinto, hoje suportada pela Toyota, oferece. Em 2019, a fabricante japonesa lançou o Toyota Mobility Services, que permitia às pessoas alugarem carros da marca diretamente dela, sem intermediários, e sempre em suas versões topo de linha, incluindo os híbridos e luxuosos carros da Lexus, a submarca premium da Toyota.

Depois de um tempo, esse serviço foi aprimorado e hoje a empresa oferece o Kinto Go, em que podemos alugar quaisquer carros da frota da Toyota, incluindo os híbridos, por 12, 24 ou 36 meses, pagando um valor equivalente a de um financiamento. A diferença, porém, é que custos de manutenção e seguro são pagos pela Kinto e pela a Toyota, tornando o serviço bem vantajoso. Por exemplo: um Toyota Prius alugado por 12 meses fica na casa dos R$ 4.500, enquanto um Corolla híbrido sai por R$ 4.100.

Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech

O Kinto também pode ser feito com diárias. No caso do Prius, por exemplo, seu valor fica na casa dos R$ 343 ao dia, mesmo valor do Corolla nessa modalidade. O único porém no serviço da Toyota/Kinto é o limite de quilometragem, que é de 1.500 km mensais.

Mas se você não quiser alugar, e sim pedir emprestado um carro híbrido, ao menos em 2021 isso será possível por meio da Volvo. Como uma maneira de divulgar sua linha de carros, que é 100% híbrida plugin, a montadora sueca lançou o Volvo Lovers, um programa de empréstimos gratuitos de qualquer um dos modelos da marca.

Para participar, basta se inscrever no site e aguardar a chance, já que a demanda está altíssima e não há uma enorme quantidade de automóveis disponíveis. Um dos carros que podem ser testados, aliás, é o Volvo XC40 T5 Plug-In Hybrid, que já foi avaliado por completo aqui no Canaltech.

Imagem: Felipe Ribeiro/ Canaltech

Ficou interessado em alugar um carro híbrido ou elétrico? Acha que vale a pena? Deixe sua opinião para gente nos comentários!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.