Carros elétricos devem ser maioria até 2030, aponta pesquisa

Por Redação | 29 de Maio de 2017 às 14h49

A busca por novas alternativas aos combustíveis fósseis para veículos não é nada nova, mas alguns estudos recentes mostram que estamos realmente no caminho certo para aposentarmos os velhos motores a explosão. Uma pesquisa realizada pela Universidade Tecnológica do Paraná (UTFPR) mostrou que os veículos elétricos puros devem ocupar cerca de 75% do mercado nos próximos anos, sendo a grande maioria nas ruas até o ano de 2030.

Em alguns países, como é o caso da Holanda, essa projeção é até mais curta. O país espera proibir o uso de carros movidos a combustível até 2025, substituindo toda a sua frota por veículos elétricos. Já por aqui, há algumas barreiras que fazem com que seja preciso alguns anos a mais nesse processo, como desta o engenheiro da Renault no país, Adriano Castro. “Aqui no Brasil é um processo mais demorado porque tem de haver uma parceria entre estado, empresas fabricantes e institutos de ciência e tecnologia”.

Outro ponto muito importante está na própria consolidação da tecnologia. Segundo o pesquisador do Instituto Lactec, Danilo Carvalho de Gouveia, ainda é preciso realizar mais pesquisas e adaptações nos automóveis elétricos para contornar alguns desafios que eles ainda enfrentam, como é o caso do tempo de autonomia e a própria adaptação dos motoristas a esse novo sistema. “Há sim a preocupação quanto à autonomia dos veículos elétricos, se são confiáveis. Mas posso adiantar que uma das formas de recarregar o veículo pode feita com a frenagem com o carro em movimento”, aponta Gouveia.

Porém, ao mesmo tempo, o pesquisador destaca os pontos fortes desse tipo de automóvel. Para ele, o custo de manutenção e abastecimento do carro é muito menor do que aquele que a gente já paga em veículos tradicionais, movidos a combustíveis fósseis. Ao mesmo tempo, há benefícios que não afetam diretamente o bolso do motorista, mas o seu dia a dia, como a redução de emissão de gases, a melhora da qualidade do ar, além do conforto e a redução de ruídos por parte do carro.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.