Carro autônomo da Baidu percorre 30 km sem motorista em teste na China

Por Redação | 10 de Dezembro de 2015 às 09h41

A Baidu já é uma velha conhecida dos brasileiros, mas a empresa chinesa está querendo se destacar no mundo da tecnologia por outras razões além do famigerado instalador. Ela já deu vários indícios de seu interesse em produzir seu próprio carro autônomo e, depois de anunciar uma parceria com a BMW, o projeto finalmente saiu do papel e chegou a completar alguns bons testes, incluindo um passeio pelas ruas do país asiático.

Segundo o Engadget, o veículo autônomo percorreu um trajeto de mais de 30 quilômetros sem a intervenção de um motorista. Partindo da sede da companhia, em Pequim, o veículo circulou pela capital chinesa sem qualquer tipo de problema e mostrou que os avanços em relação à tecnologia de automóveis independentes estão realmente cada vez mais perto de se tornar realidade. Para o vice-presidente sênior da Unidade de Direção Autônoma da Baidu, Wang Jing, esse tipo de teste é algo muito desafiador, uma vez que as condições do trânsito trazem uma complexidade muito maior do que em um ambiente controlado — principalmente levando em conta o trânsito da cidade.

Jing explica que o carro chegou a uma velocidade máxima de 100 quilômetros por hora em determinados pontos do trajeto e que ainda realizou alguns movimentos um pouco mais complexos com sucesso. Ao longo dos 30 km percorridos, ele realizou curvas tanto para a direita quanto para a esquerda e até mesmo conversões em U, o que mostra que, mesmo sem um motorista, esses veículos estão mais do que aptos a encarar o tráfego do nosso dia a dia.

Um dos segredos do sistema utilizado pela Baidu é o chamado AutoBrain, uma tecnologia criada pela companhia que permite que o carro reconheça outros objetos ao seu redor. Trata-se de um sensor de bordo que identifica a presença de outros automóveis dentro de um raio de proximidade, assim como obstáculos e até mesmo cada uma das pistas da estrada. Além disso, ele conta também com um serviço próprio de mapas feito para esses veículos que se destaca pela sua precisão. De acordo com a chinesa, todos os dados geográficos são armazenados em 3D e possuem uma margem de erro de apenas alguns poucos centímetros. Assim, o carro sempre sabe onde está.

Ainda segundo a Baidu, esse é o primeiro teste do tipo a ser realizado na Ásia. Contudo, ainda que os resultados iniciais tenham sido um sucesso, é óbvio que ainda teremos mais testes sendo realizados no futuro. Isso significa que não teremos o BaiduCar — ou seja lá como ele vai se chamar — dando as caras tão cedo no mercado, assim como nenhuma das outras iniciativas semelhantes espalhadas pelo mundo. Por outro lado, pouco a pouco esses projetos vão se tornando mais precisos e reais.

E, em tempo: a Baidu não fez abrir nenhuma janela durante os testes do seu veículo.

Via: Market Wired, Engadget

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.