BMW estuda fazer carros movidos a hidrogênio; veja protótipo

Por Felipe Ribeiro | 10 de Setembro de 2019 às 15h38
BMW
Tudo sobre

BMW

Saiba tudo sobre BMW

Ver mais

Carros elétricos são uma ótima maneira de entregar desempenho aliado às benesses ecológicas, mas, eletrificar, por assim dizer, não é a única maneira de se fazer isso. A BMW divulgou que está estudando outros métodos de eletrificação para trabalhar em harmonia com mais modos de combustão limpos. Com isso em mente, foi apresentado nesta terça-feira (10) o iHydrogen Next, um plano da montadora alemã de criar carros movidos a hidrogênio.

Com base na última geração do SUV BMW X5, este veículo visualiza os futuros esforços da montadora em gerar energia com base no hidrogênio. A montadora espera ter veículos com este tipo de combustível à venda de maneira popular até 2025, mas, como observa em seu comunicado à imprensa, "tudo vai depender dos requisitos do mercado e das condições gerais". Novos protótipos devem aparecer até 2022.

A BMW fez algumas modificações importantes no exterior do X5 para ajudá-lo a se destacar dos outros X5 com motor tradicional. O corpo é coberto por uma estampa em formato de triângulo azul que se estende às grades, faróis, rodas e difusor traseiro — que, aliás, fica no lugar do escapamento, já que carros elétricos não precisam disso. Vale lembrar que, tal qual em outros veículos da marca que estão nessa categoria de eletrificados, os detalhes em azul estão sempre presentes.

Imagem: BMW

A montadora usou seu comunicado de imprensa para divulgar alguns dos benefícios do hidrogênio. Seus tempos de recarga são semelhantes aos de um carro a gasolina, o que significa que é um pouco mais rápido que um veículo elétrico moderno. O alcance é ditado pelo tamanho do tanque. O único problema, como observa a BMW, é a grave falta de infraestrutura na maior parte do mundo, embora algumas estejam em desenvolvimento. Londres, por exemplo, é uma cidade que já dispõe de muitos ônibus movidos a hidrogênio. São Paulo também tem alguns.

Imagem: BMW

Esta não é exatamente a primeira tentativa da BMW com o hidrogênio. A montadora alemã se uniu à Toyota em 2013 para desenvolver um trem de força usando gás hidrogênio comprimido. A BMW está usando esse sistema de acionamento em carros da Série 5. A parceria entre as montadoras, inclusive, segue até hoje.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.