Audi ensina a "linguagem dos faróis" aos seus automóveis

Por Se Hyeon Oh | 20 de Fevereiro de 2019 às 08h47

Dentre o sonho de consumo das pessoas, o carro é um item que está, com toda a certeza, nessa lista. Considerando as várias marcas de carros que existem no mundo, muito provavelmente a alemã Audi deve fazer parte do grupo que oferece os automóveis mais almejados pelos consumidores. Para fazer jus ao seu nome, a empresa está constantemente investindo na tecnologia que embarca em seus carros e, no momento, parece que ela está planejando ensinar a “linguagem dos semáforos” aos seus automóveis.

A alemã começou a oferecer a tecnologia de informações de semáforos a alguns dos seus veículos em 2016, além de acrescentar recursos inteligentes que informam os motoristas se eles podem prosseguir a viagem ou se precisam começar a desacelerar para evitar pegar faróis vermelhos. A ideia é não só economizar combustível, mas ajudar a tornar o deslocamento menos estressante e abrir caminho para passeios mais tranquilos.

A GLOSA (sigla para Green Light Optimized Speed Advisory) recebe informações da rede de semáforos e as compartilha com os modelos da Audi que estejam conectados à internet, indicando a velocidade recomendada para que os motoristas possam se locomover sem precisar parar nos sinais vermelhos. Por exemplo, um motorista que estiver viajando a 40 Km/h precisaria parar, esperar alguns segundos e só então começar a se mover novamente por causa do sinal fechado. A tecnologia, nesse caso, recomendaria ao motorista que viajasse a 35 Km/h para que ele pudesse prosseguir viagem sem precisar esperar abrir o sinal.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A tecnologia baseia-se no atual sistema de informações de semáforo da Audi, que informa aos motoristas quanto tempo eles precisam esperar até que o sinal fique verde. A contagem regressiva é exibida diretamente no painel de instrumentos digitais e no visor frontal dos carros. É um recurso prático, pois ninguém gosta de ter que esperar em frente ao semáforo e, considerando que a locomoção pós-parada gera mais consumo de energia, a tecnologia ainda economiza combustível.

Outro ponto interessante que essa tecnologia permite é que, com ela, a Audi poderá começar a lançar carros autônomos nos próximos anos. Veículos autônomos terão a capacidade de ler os semáforos para planejar seu próximo movimento. Isso os tornará mais seguros, ao mesmo tempo em que garante aos passageiros uma viagem suave.

A Audi observou que, em fevereiro de 2019, 4.700 cruzamentos em 13 áreas metropolitanas eram compatíveis com a função. As cidades em que o recurso funciona são Denver, Dallas, Las Vegas, Los Angeles, Nova York, Kansas City, Portland San Francisco, Houston, Washington DC, Phoenix, Arizona, algumas partes do norte da Virgínia, Gainesville e Orlando.

Fonte: Digital Trends

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.