Intel anuncia investimentos no setor de carros autônomos

Por Redação | 29.05.2014 às 15:42
photo_camera Divulgação

A fabricante de chips Intel anunciou nesta quinta-feira (29) investimentos no setor da Internet das Coisas com grande foco no desenvolvimento de carros autônomos. Feito no próprio blog da empresa, o anúncio ainda inclui a linha de produtos "In-Vehicle Solutions", destinada ao setor.

"Nosso objetivo é estimular a evolução das características disponíveis nos carros atuais para aprimorar os recursos de segurança de amanhã e as eventuais capacidades de autocondução", disse Doug Davis, vice-presidente corporativo da Internet das Coisas da Intel.

O comunicado também ressalta que a empresa obteve uma receita de US$ 482 milhões proveniente da Internet das Coisas no primeiro trimestre deste ano, um aumento de 32% em relação a 2013. Com os bons resultados, a ideia é investir ainda mais, com pesquisa mais aprofundada e injeção de US$ 100 milhões na tecnologia de carros autômatos.

"As plataformas que anunciamos hoje servirão como fundação para o futuro", afirmou Davis. "Vamos investir nos carros autocondutores porque haverá uma evolução (no setor) ao longo dos próximos seis a oito anos."

Os carros terão processadores de alta potência com o sistema operacional Tizen e conectividade com internet dentro e a partir do veículo. Davis adiantou que eles serão similares aos que foram apresentados pelo Google até agora. Entre as vantagens, estarão a prevenção de acidentes, alertas quando o motorista dormir ao volante ou desviar para a pista inadequada e informações sobre o tráfego em tempo real.

Além de informar e auxiliar, a ideia é mesmo fazer com que o veículo aja por conta própria, de acordo com o desejo de seu motorista, que, segundo Davis, poderá decidir a parcela de autonomia ao carro.

A Intel vem desenvolvendo tecnologias para carros autônomos desde 2012, quando investiu na fabricante de plataformas ZMP, na empresa de dados em nuvem CloudMade, na provedora de segurança Mocana e na especialista em rastreamento Tobii Technology.

A companhia está confeccionando tanto o hardware quanto o software e fornecerá chips e kits de desenvolvimento. Com mais investimento em pesquisa no "In-Vehicle Solutions", a Intel espera baratear os custos de produção em até 50%.

Por enquanto, a novidade é utilizada no sistema de navegação dos carros da BMW, Nissan e Hyundai. A Intel pretende passar por um lento processo de testes, primeiramente apenas assistindo os motoristas. Somente após a adaptação dos condutores e do aprimoramento da segurança é que a empresa irá avançar para os veículos completamente autocondutores.

O vídeo abaixo traz mais detalhes:

Fonte: http://newsroom.intel.com/docs/DOC-5224