Estados Unidos tornarão regras de uso de aparelhos em voos mais flexíveis

Por Redação | 25.06.2013 às 08:15
photo_camera SFGate

A FAA (Administração Federal de Aviação) nos Estados Unidos se prepara para tornar as regras de uso de aparelhos eletrônicos durante decolagens e aterrissagens mais flexíveis. Um porta-voz da agência reguladora afirmou ao The Wall Street Journal que eles estão analisando todas as questões de segurança e a viabilidade para permitir que os passageiros não tenham que desligar seus dispositivos em pousos e decolagens.

As normas da FAA para os voos não sofrem qualquer tipo de mudança desde os anos 1960, e o projeto de revisão prevê que as regras não condizem mais com o avanço tecnológico visto em todo o mundo. O órgão também estaria sendo forçado a mudar suas regras devido ao fato de muitos passageiros não cumprirem as normas atuais e, segundo o texto do projeto, cerca de um terço dos passageiros afirmou ter deixado seus celulares ligados durante todo o voo pelo menos uma vez na vida.

Com as novas regras, os passageiros não precisarão mais se incomodar em colocar seus aparelhos em modo avião ou até mesmo desligá-los durante as aterrissagens e decolagens, mas, mesmo com as mudanças, continuará proibido o uso de celulares e smartphones para a realização de chamadas telefônicas nos voos. Os 28 membros da comissão de análise do projeto deverão entregar uma versão finalizada do documento até o final de setembro deste ano.

Além disso, a FAA e a comissão devem estudar quais dispositivos serão permitidos e poderão ser usados durante pousos e decolagens. No entanto, ainda não se sabe quais dispositivos serão proibidos e quais serão autorizados pela FAA.