Carro movido a café atinge 104 km/h e entra para o Guiness Book

Por Redação | 28 de Fevereiro de 2013 às 10h15
photo_camera Fox News

Veículos movidos a álcool, biodiesel, energia elétrica e outras formas de energia limpa já circulam pelas cidades do mundo todo, mas o que você acha de transformar uma bebida muito popular em combustível? O engenheiro britânico Martin Bacon transformou uma picape Ford F100 no primeiro carro movido a café do mundo e já entrou no Guiness Book com sua criação. As informações são do Inhabitat.

O Bean Machine, como ficou conhecido o veículo, entrou para o livro dos recordes por ser o carro movido a café mais veloz do mundo, tendo atingido velocidade máxima de 104 quilômetros por hora. A carroceria do carro é equipada com uma caldeira, o que torna o veículo mais pesado, e é responsável por aquecer um substrato da colheita do café e transformá-lo em combustível - o carro não usa gasolina ou díesel, mas utiliza carvão para aquecer a caldeira a uma temperatura de 700 graus Celsius.

O motor utiliza folhas recolhidas na plantação de café, que são aquecidas na caldeira localizada na parte de trás do veículo e liberam dois tipos de gases: monóxido de carbono e hidrogênio. Depois, os gases são filtrados e o hidrogênio é enviado para o motor, onde irá gerar a combustão necessária para fazê-lo girar - a solução é muito mais ecológica do que os outros combustíveis derivados do petróleo, mas ainda é mais cara do que o meios comuns entre 25 a 50 vezes.

Confira abaixo um vídeo com o processo de construção do Bean Machine:

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.