Carro futurista da Toyota lê emoções do motorista

Por Redação | 07 de Novembro de 2013 às 11h00
photo_camera Divulgação

Filmes de ficção científica podem contar histórias que, muitas vezes, estão distantes de algo que realmente caiba na nossa realidade. Contudo, a Toyota quer mostrar como essas tecnologias estarão na vida do consumidor daqui a alguns anos, começando pelos automóveis. Uma das novidades é o FV2, um carro que se conecta com o condutor, lê suas emoções e muda de cor conforme o humor e nível de estresse do motorista.

O veículo foi apresentado durante a Tokyo Motor Show 2013. Segundo o The Verge, a ideia é criar um "relacionamento de confiança e compreensão" entre o carro e o usuário. Através de sistemas de reconhecimento de imagem e voz, o indivíduo visualiza informações coletadas pelo automóvel que irão ajudá-lo a seguir novos trajetos para casa ou trabalho. Os dados são exibidos no para-brisas por um mecanismo de realidade aumentada, transformando o carro em uma espécie de copiloto.

Agora vem a parte mais estranha: o FV2 não possui volante. Os comandos de direção são transmitidos para o carro de acordo com os movimentos do próprio motorista, que precisa inclinar o corpo para frente, para trás ou para os lados para conduzir a máquina. O condutor faz tudo isso em pé, sem qualquer apoio e exposto ao ambiente, já que não existem proteções nas laterais ou na parte traseira do veículo.

O conceito pode parecer perigoso. A Toyota explica que o objetivo não é descartar a segurança do usuário em prol do design e tecnologia, mas sim fazer com que todos os automóveis da linha se interconectem na pista para construir um sistema de alertas e outros riscos na estrada. No entanto, sair do carro, evitar batidas ou se manter estático dentro do FV2 ainda depende das habilidades de quem está dirigindo.

Vale lembrar que o veículo é apenas um protótipo e não há previsão de sair do papel. A montadora lançou um game do carro para dispositivos Android e iOS que pode ser baixado de graça na iTunes App Store ou no Google Play.

Em 2011, a Toyota anunciou um projeto semelhante ao FV2, chamado Fun-Vii. O automóvel foi inspirado no cotidiano das pessoas e na relação que elas têm com seus dispositivos touchscreen. O usuário ainda pode se conectar à internet, baixar e atualizar aplicativos ou navegar pelos sites. Mas o legal mesmo é a carroceria espelhada do carro, que pode ser alterada pelo motorista para criar um efeito psicodélico e cheio de tonalidades.

Todo o interior do Fun-Vii é revestido por camadas interativas que exibem, em tempo real, informações como saúde, trânsito, vídeos, fotos, e-mail e até uma assistente pessoal holográfica. O "combustível" do veículo é recarregado ao estacioná-lo em uma vaga personalizada. Assista ao vídeo:

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.