CET inicia testes de cartões Zona Azul eletrônicos em São Paulo

Por Redação | 01 de Novembro de 2012 às 17h11

A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) anunciou nesta quinta-feira (1) que irá iniciar a primeira etapa de testes com os novos cartões de estacionamento Zona Azul eletrônicos em São Paulo a partir da próxima segunda-feira (5).

Na primeira fase, 10 mil vagas poderão ser utilizadas por meio do pagamento eletrônico e os primeiros bairros a receberem o sistema serão Itaim Bibi, Pinheiros, Bom Retiro, Paraíso e Jardins. Em cada uma das regiões, uma empresa será a responsável pela manutenção do novo formato. E somente a empresa que irá atender a região do Itaim Bibi não contará com o sistema de pagamento via smartphone pelos créditos adquiridos na internet ou em pontos de venda. No bairro, serão instalados parquímetros móveis e os créditos poderão ser comprados em lojas, bancas de jornais e outros estabelecimentos.

Zona Azul placa

Os dois sistemas de zona Azul deverão operar em conjunto, afirma a CET

As empresas terão o prazo de 20 dias a partir da próxima semana para colocar seu sistema em funcionamento e, depois do início das operações, 30 dias para testá-lo dentro de sua região. A companhia não irá pagar nada pelo uso da tecnologia e a margem de lucro das empresas virá da venda dos cartões, assim como dos atuais talões da Zona Azul.

A CET afirmou que, depois do período de testes, deverá homologar a tecnologia das empresas analisadas com base em sua confiabilidade e qualidade. Os sistemas escolhidos serão aplicados nas mais de 37 mil vagas de Zona Azul disponíveis na cidade de São Paulo, mas, por enquanto, o órgão ainda não informou a localização exata e nem o perímetro das vagas que começarão a usar o novo sistema.

Mesmo com a introdução do novo mecanismo, a CET informou que o modelo antigo de cartões, por meio dos talões vendidos por revendedores cadastrados, não deverá ser extinto e as empresas deverão unir os dois métodos em seu serviço.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.