Programa de aceleração de startups oferece contratos em vez de dinheiro

Por Stephanie Kohn | 11 de Julho de 2018 às 15h56
Canaltech

O ‘Vale da Morte’ é um termo muito falado hoje em dia e identifica o período inicial de atividades das startups, no qual há enorme risco de descontinuidade das operações. Inúmeros projetos não conseguem passar por essa fase, seja por falta de investimento, clientes e/ou planejamento. Pensando nisso, nasceu o Projeto 78, um programa de geração de fornecedores, executado pela Acceleratus em parceria com a Caixa Imóveis, que vai oferecer para os finalistas até R$ 10 milhões em contratos recorrentes.

“Hoje quando uma startup entra num programa de aceleração, ela recebe um ticket que varia de R$ 40 a R$ 200 mil. Se ela não consegue captar clientes rapidamente, ela acaba com o investimento antes de ter clientes. Mesmo as startups com alto valor de investimento podem ter problemas, pois elas perdem a sensação de necessidade de venda. Parece que o almoço está garantido. Por isso que o nosso programa é diferente, pois em vez de dinheiro nós damos contratos”, comentou Aluir Purceno, CEO da Acceleratus, em entrevista ao Canaltech.

O Projeto 78 vai acontecer em três fases. Na primeira, 40 startups serão selecionadas para passar por um processo seletivo que vai avaliar a saúde da empresa e o potencial dos empreendedores. Nesta etapa, eles apresentam a tese de como vão oferecer a solução deles para a Caixa Imóveis. Esta tese é avaliada pelo corpo técnico da companhia, aprovada e, então, apenas as 20 melhores passam para a segunda fase. No segundo estágio, cada uma das 20 startups aprovadas receberá R$ 100 mil para financiar a prova de conceito e começar a atender a Caixa Imóveis. O corpo técnico vai avaliar periodicamente a satisfação e o impacto da inovação dentro de sua operação. Dos 20 selecionados até 10 chegam a fase final e poderão fechar até R$ 10 milhões em contratos com a Caixa Imóveis.

Assista Agora: Nunca mais contrate funcionários para sua empresa! Comece o ano em uma realidade completamente diferente!

“A Caixa Imóveis é um banco privado do conglomerado Caixa Econômica que busca soluções tecnológicas em grande escala. Esse programa é a porta de entrada de inovação para um mercado conservador. Não há nenhum modelo de programa parecido no Brasil, pois nenhum deles tem o compromisso de contratação das melhores startups. Buscamos tecnologias aplicadas a cinco áreas diferentes e que tenham fit com o business”, finalizou.

As tecnologias buscadas são: Big Data, Biometria, Blockchain, Data Analytics, Inteligência Artificial, Internet das Coisas, Machine Learning e Realidade Aumentada/Realidade Virtual.

As inscrições para o Projeto 78 vão até 6 de agosto. Acesse o site para saber mais e participar: www.projeto78brasil.com

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.