Profissionais maduros: como podem ser a chave para o crescimento do setor de TI?

Profissionais maduros: como podem ser a chave para o crescimento do setor de TI?

Por Marco Santos | 14 de Setembro de 2021 às 10h00
Envato / isartcat

As oportunidades precisam e devem ser pensadas para todos. E no setor de tecnologia da informação não pode ser diferente. Temos uma demanda crescente na área de TI e para atendê-la é preciso expandir os nossos horizontes, ir atrás de talentos e — muitas vezes — formá-los. Vejo excelentes iniciativas que buscam aproximar jovens do universo da tecnologia, isso já é algo. Mas contamos com uma parcela significativa de profissionais maduros que também deve ser considerada.

Temos diversos talentos espalhados pelo mundo, e isso não se resume apenas aos jovens. Ao observar o atual cenário mundial, vejo milhares de pessoas que buscam uma boa oportunidade e que podem se realizar profissionalmente no setor da tecnologia. Destaco dois casos específicos que podem contribuir com o aumento de contratações no setor: os profissionais que querem melhorar as suas oportunidades de trabalho mudando de área, e os que buscam aprender novas tecnologias para se recolocar no mercado.

Ao observar esses dois grupos, vejo diversos talentos que, por muitas vezes, são negligenciados por um mercado de trabalho que não olha mais para quem já tem uma “certa” bagagem de experiência profissional. E para mudarmos os cenários de desemprego e de tantas vagas ociosas em TI, precisamos mudar essa linha de pensamento. Profissionais maduros têm muito com o que contribuir.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Tenho acompanhado movimentações de companhias representativas em prol da inclusão destes profissionais. Aqui na empresa, por exemplo, implementamos o GFT START que oferece capacitação para "jovens talentos". Mas, além dos jovens de idade, temos uma parcela significativa dos jovens na profissão, pessoas que utilizam dessa nova formação para se reinventar no mercado de trabalho e ingressar no setor de tecnologia — um dos mais promissores, se não o maior.

Muitos talentos sêniores que já têm certa bagagem são negligenciados pelas empresas (Imagem: Envato / sofiiashunkina)

Outro programa que considero importante para o tema em questão é o Restart.Me. Ele foi desenvolvido especificamente para profissionais que já trabalham na área TI, e que buscam aprender novas tecnologias para se recolocar no mercado de trabalho. As tecnologias estão em constante evolução, e não vejo motivos para não proporcionar a possibilidade de um profissional evoluir junto delas.

Com ações assim, podemos ir além de atender a demanda de vagas. Podemos mudar a realidade dos mais de 400 mil brasileiros, com idades a partir de 50 anos, que ficaram desempregados só no período entre 2019 e 2020, segundo dados oficiais. O setor de TI segue num crescimento exponencial, e não será diferente no futuro, são tantos avanços tecnológicos que seremos ainda mais digitais. E para isso, precisamos dos melhores profissionais ao nosso lado, independentemente da idade.

*Artigo produzido por colunista com exclusividade ao Canaltech. O texto pode conter opiniões e análises que não necessariamente refletem a visão do Canaltech sobre o assunto.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.