Profissionais de TI no Brasil revelam em pesquisa que não se sentem valorizados

Por Redação | 18.10.2015 às 17:03

Pesquisas realizadas pela SolarWinds, fornecedora de softwares avançados e acessíveis para o gerenciamento de infraestruturas de TI híbridas, foram divulgadas na última quinta-feira (15) e mostram o valor do profissional de TI no mercado brasileiro. O levantamento foi realizado como forma de promover o Dia do Profissional de TI, que acontece no dia 19 de outubro.

Foram dois estudos: uma para explorar as atitudes e opiniões dos usuários finais das empresas em relação aos profissionais de TI, além da tecnologia na qual eles oferecem o suporte; e outro para destacar quais são as oportunidades que os líderes e usuários finais possuem em mostrar gratidão pelo serviço prestado, como o Dia do Profissional de TI.

Joel Dolisy, diretor de tecnologia da SolarWinds, diz que comemorar a data é uma ótima maneira de retribuir. "A tecnologia de que dependemos para manter a empresa funcionando sem problemas é absolutamente essencial ao sucesso, mas o nível de reconhecimento e recompensa que os profissionais de TI recebem pelo papel que desempenham em possibilitá-la e prestar suporte a ela pode não corresponder a isso", afirma.

Usuários finais

O resultado do primeiro estudo mostra que 69% dos usuários finais concordam que a TI tem maior impacto em sua vida profissional no dia a dia do que a diretoria, que inclui cargos como CEO, diretor financeiro e diretor de marketing. Aproximadamente 68% dos usuários finais dizem atribuir maior importância à tecnologia na qual estes profissionais prestam em local de trabalho, do que ao pessoal, como telefones, computadores e softwares.

Ainda de acordo com a pesquisa, mais de quatro a cada cinco usuários finais, ou 86%, relatam que a produtividade do trabalho é perdida sem o suporte de TI e 39% dizem que um dia de trabalho exigiria um dia útil, ou mais, adicional para que fosse concluído sem a tecnologia. Cerca de 7% dizem que sem ela, não poderiam realizar o seu trabalho diário.

Profissionais de TI

Em relação ao segundo relatório, três a cada cinco profissionais de TI (62%) dizem se sentir moderadamente valorizados por seus empregadores por sua contribuição única para a empresa. Cerca de 27% dizem se sentir de apenas ligeiramente valorizados a nem um pouco valorizados. Quatro a cada cinco profissionais de TI, 83%, dizem que merecem uma maior remuneração do que a atual e 35% acreditam que merecem ao menos 21% a mais.

A maioria dos profissionais, 61%, dizem que se preocupam com a estabilidade no emprego e 42% acreditam que um dos principais motivos da desvalorização o fato de que os líderes da empresa não entendem a importância do serviço em TI.

A pesquisa completa pode ser visualizada neste link.

Fonte: O Globo