Escolas australianas trocam aula de geografia e história por programação

Por Redação | 22 de Setembro de 2015 às 14h50
photo_camera scyther5

A tecnologia está a cada vez mais presente em nosso dia a dia, assim como a demanda por profissionais da área. Pensando no futuro, a Austrália tomou uma decisão que pode ser um grande passo para a carreira de crianças e adolescentes: as escolas agora estão autorizadas a substituir aulas de geografia e história por programação.

Mitchel Resnick, diretor do grupo Lifelong Kindergarten, do MIT Media Lab, diz que a programação é uma das habilidades do século 21 e que deveria ser considerada tão importante quanto ler e escrever. "Em um mundo repleto de tecnologia, quem não aprender a programar será programado", afirma.

O governo federal da Austrália anunciou a decisão no início desta semana e diz que, a partir de agora, as aulas de geografia e história são matérias facultativas no ensino fundamental e médio, enquanto a programação entra como matéria obrigatória.

Outros países estão adotando medidas parecidas e introduzindo a programação no currículo escolar com a mesma importância de matérias como matemática e ciências. A Austrália justifica a medida devido à preocupação crescente com a migração de profissionais qualificados a outros países. Este fenômemo é conhecido como "brain drain", drenagem cerebral, e o país pretende reverter o cenário mantendo os profissionais locais, fazendo com que a Austrália se torne um país mais competitivo futuramente.

A decisão do país é polêmica, visto que as matérias de geografia e história também são fundamentais no aprendizado. Qual é a sua opinião? Você é a favor da troca? Deixe a resposta nos comentários!

Fonte: Business Insider

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.