Siga o @canaltech no instagram

Dê um salto em sua carreira: UX designer VS. UX/UI designer

Publieditorial | 13 de Fevereiro de 2019 às 09h50

Cada vez mais User Experience (UX) designers têm sido cobrados não apenas por habilidades relacionadas à experiência do usuário, mas principalmente à combinação delas com User Interface (UI) design. Em outras palavras, empresas que buscam um profissional de UX também requerem skills de especialistas em user interface.

Se você é UX designer, já iniciou seu percurso por um caminho promissor. Agora, você pode aproveitar o momento para fazer o serviço completo. Já pensou em migrar a carreira e se tornar um designer UX/UI?

Este é um convite praticamente irrecusável para quem trabalha na área, pois pode se tornar o grande diferencial do currículo, a jogada de mestre que pode ser decisiva em meio a tanta concorrência.

Tudo bem, mas quando as responsabilidades de um UX designer acabam e as de um UI designer começam? A pergunta é intrigante, uma vez que as duas áreas se cruzam em diversos pontos, podendo até mesmo ser confundidas em alguns casos. Por outro lado, uma serve de complemento para a outra - uma justificativa bastante plausível para que você passe a olhar para o desenvolvimento de interface com mais afinco.

Em termos gerais, podemos dizer que um UX designer é responsável por análises e pesquisas de clientes e concorrentes, arquitetura da informação, protótipos e wireframe, testes, pesquisas e comunicação com outros designers e desenvolvedores. É a pessoa que pensa na experiência que o usuário terá no ambiente criado, a usabilidade é o foco de todas as ações.

Já as responsabilidades de um UI designer incluem principalmente design visual, criação de conceitos considerando cores, tipografia e layouts, animação e interatividade, protótipos de interface, branding e implementação com desenvolvedores. É a pessoa que pensa na aparência da plataforma em si, a questão visual é muito importante aqui.

Ok, mas como juntar as duas coisas?

Quero me transformar em UX/UI designer

Mostrar interesse em crescer profissionalmente e querer aprender mais já é um grande avanço. Você já é um designer com skills voltadas à experiência do usuário no ambiente online. Agora, deseja ir além e se tornar mais competitivo, completo e capaz de impressionar até mesmo os mais exigentes dos clientes somando UI à lista.

Vamos juntar os pontos?

Aqui vai um plano para impulsionar sua carreira como UX/UI designer:

Domine o básico

Você tem as habilidades necessárias para trabalhar como UX. Agora, chegou a hora de fazer o mesmo para UI. Aprenda o fundamental. Você não precisa sair por aí procurando um curso de graduação completo e demorar anos para dominar mais essa arte. Atualmente existem soluções altamente efetivas no mercado! Mas você pode começar com o básico: busque referências, faça pesquisas, converse com pessoas que têm experiência na área, brinque com as ferramentas, procure fóruns especializados.

Cuidado apenas para não ficar na teoria e esquecer da prática. Sempre que puder, una as duas coisas!

Atualize portfólio e currículo

Se você leva seu trabalho como designer UX a sério, deve ter um portfólio e um currículo com suas habilidades, cursos e experiências. Assim que começar a concluir workshops, criar interfaces e desenvolver novas skills, certifique-se de incluir todas as informações em seus materiais de apresentação.

Fale sobre métodos e ferramentas utilizados. Caso ainda não tenha nenhuma peça oficial de trabalho como UI designer, inclua projetos pessoais ou serviços voluntários. Atualize conforme as coisas se desenrolam.

Informe-se sobre tendências e lançamentos

A tecnologia proporciona mudanças muito rápidas, que acontecem da noite para o dia. Quando percebemos, um novo plugin é lançado, uma atualização é criada, novas funcionalidades aparecem e alguém está fazendo tudo diferente - e colhendo os frutos!

Não faça tudo o que citamos acima (leitura, conexões e trocas com outras pessoas) apenas para aprender questões técnicas. Um bom designer sabe quais são as tendências atuais, as novidades do segmento e o que está sendo feito por marcas relevantes.

Tenha um objetivo claro

Saiba responder a pergunta: depois de me especializar, o que desejo conseguir? Estabeleça um propósito e saiba para onde quer seguir, até onde quer chegar ocupando sua nova função.

Você talvez queira trabalhar como freelancer, ou prefira ser aprovado em um processo seletivo de uma empresa. Pode querer fazer as duas coisas, pode dedicar-se apenas a um segmento específico ou desenvolver trabalhos para várias frentes. Qual é o seu objetivo?

Independente da resposta, um aprendizado efetivo na busca por uma nova carreira é essencial para você alcançar resultados cada vez melhores, não? A Ironhack, escola mundial de programação, oferece um bootcamp para você se tornar um UX/UI designer em apenas 9 semanas! Há também opções meio-período em 24 semanas.

Além disso, ao final do curso, eles promovem a Hiring Week, uma semana de contratações com diversos players do mercado como Visa, BBC e Royal Caribbean. Vale a pena dar uma conferida!

Por fim, jamais pare no tempo. A indústria 4.0 exige profissionais que estão sempre em busca de aperfeiçoamento, que superem expectativas e sejam inovadores em suas entregas. Fazer networking, buscar aprendizado continuado e ter paixão pelo que faz são premissas básicas não apenas para se tornar um UX/UI designer, mas principalmente para obter destaque na profissão!

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.