Novo modelo de imigração do Canadá favorece profissionais de TI

Por Redação | 09 de Março de 2015 às 09h19

De olho nos profissionais estrangeiros, o governo do Canadá realizou mudanças no modelo de imigração do país. Com as novas regras, os profissionais de TI que estão interessados em morar e trabalhar no Canadá poderão ter mais facilidade para se mudar para lá.

Promulgado em primeiro de janeiro de 2015, o Express Entry agora oferece maior pontuação para os candidatos que possuem uma vaga de emprego garantida no país. Antes disso, a garantia de um trabalho no Canadá valia apenas 5% dos pontos. No entanto, agora este critério representa até 50% dos pontos, maior do que qualquer outro fator.

A idade e o domínio da língua também seguem tendo importância no processo de migração. A pontuação aplicada para a idade agora só é concedida a pessoas entre 20 e 29 anos. Antes, ela era válida para quem possuía entre 18 e 25 anos. Quanto ao domínio da língua, as mudanças promovidas pelo governo reduziram a pontuação de 30% para apenas 10%. Os títulos acadêmicos também acompanharam as baixas de pontuação como critério.

O Express Entry tem como objetivo reduzir o índice de desemprego entre os imigrantes do país, que atualmente é 50% maior do que a dos canadenses. Além disso, o fundo também serve como incentivo para que os interessados em se mudar para o país possam procurar por um emprego antes de imigrarem. As cidades do interior do país devem ser beneficiadas pelas mudanças.

Além disso, a imigração canadense espera que com o novo processo os candidatos possam concluir sua imigração em até seis meses. No processo anterior, que exigia mais foco na análise do perfil do candidato, o prazo era de cerca de dois anos.

No entanto, os críticos das novas regras revelam várias desvantagens que as mudanças trarão, como o aumento da discriminação racial e as tentativas de fraudes de imigrantes, como, por exemplo, ofertas de emprego falsas.

Atualmente, a maior demanda de empregos no Canadá é de engenheiros de software. O próprio governo local afirma, segundo estatísticas, que 22% das vagas de TI serão ocupadas por imigrantes nos próximos anos. Nos últimos quatro anos, o Canadá recebeu cerca de 1 milhão de imigrantes. Em 2015, a expectativa é que o país aceite a entrada de 285 mil imigrantes, um crescimento de 20 mil pessoas comparado ao ano passado.

Para entrar para o processo de imigração do Canadá, os candidatos interessados deverão preencher um formulário disponível no site do governo canadense, que também oferece mais detalhes sobre o assunto.

Fonte: http://www.baguete.com.br/noticias/05/03/2015/canada-nova-imigracao-favorece-ti

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.