Especialistas em ERP estarão na mira do mercado em 2014

Por Redação | 20 de Novembro de 2013 às 07h05

Se 2013 foi um ano próspero para os profissionais de TI, 2014 promete também não decepcionar. É o que aponta o estudo da consultora Robert Half. De acordo com o Guia Salarial 2014, os especialistas em ERP serão bastante valorizados e as remunerações podem ascender em até 44%, dependendo do domínio de determinadas tecnologias.

Alguns fatores contribuem para o aumento da procura pelos talentos de TI e salários maiores. A profissionalização de empresas de médio porte e o aumento da importância da tecnologia como área estratégica dentro do negócio são os principais índicios para o crescimento do mercado. Como consequência, há também uma valorização de talentos mais qualificados, especialmente nas áreas de internet e outros serviços.

Em termos de contratação, a expansão no quadro de funcionários tem mudado a estrutura do segmento, antes mais terceirizado. “As empresas estão montando áreas internas de TI ou optando por fazer uma parceria com empresas terceirizadas”, afirma Alexandre Attauah, gestor da divisão de TI da Robert Half.

Para o próximo ano, a procura de mão-de-obra qualificada é otimista, especialmente para as áreas de implementação de sistemas, negócios e infraestrutura. Segundo o gerente, os profissionais capazes de fazer interface com outras áreas, de entender o negócio e de identificar o que é preciso para suprir as necessidades da empresa são os mais disputados: qualificação em tecnologia continua a representar um desafio para as empresas, assim como domínio da língua inglesa. Ainda segundo a Robert Half, o perfil comportamental e o histórico desses profissionais estão a pesar cada vez mais nas decisões de contratação das companhias. Os candidatos com bom relacionamento interpessoal, proatividade, capacidade de compromisso com os objetivos e estabilidade nas passagens por antigos empregos são valorizados.

Contudo, a qualificação dos profissionais com o conhecimento de idiomas permanece um desafio. O número de profissionais com fluência em inglês continua a ser um grande problema para as empresas. Como consequência, os profissionais com bom histórico profissional e boa qualificação tendem a valorizar os seus salários fixos. As bonificações devem estar cada vez mais associadas aos resultados de projetos.

Os mais valorizados

Os cargos de recursos humanos que dominam sistemas de gestão empresarial (ERP), analistas de negócios, especialistas e profissionais de infra-estrutra serão aqueles com maior procura no segmento.

Outro profissional que deverá ser bastante valorizado é o analista de negócios júnior, que deverá ter aumento de salário em torno dos 20%. De acordo com a Robert Half, esse talento ganha em 2013 nas PMEs salários entre R$ 3,5 mil a R$ 5 mil e em 2014 esses valores podem subir para até R$ 6 mil. As grandes companhias, que pagam para esse cargo entre R$ 3 mil e R$ 6 mil, devem aumentar para R$ 4 mil e R$ 6,5 mil.

Indústrias que mais demandam

Internet
Serviços
Serviços financeiros

Habilidades mais valorizadas

Foco no cliente e nos resultados
Autonomia e proatividade
Perfil de parceria com as áreas de negócios
Relacionamento interpessoal
Estabilidades nos empregos anteriores

Softwares mais demandados

ERPs diversos (SAP, Protheus...)

Posições em destaque

Profissionais ERP
Analistas de Negócios/Especialistas
Profissionais de infraestrutura

Salários para profissionais de ti

(As faixas salariais levam em consideração fatores como senioridade no cargo, qualificação, setor de atuação, fluência em idiomas e perfil comportamental do profissional, o que justifica algumas diferenças de remuneração elevadas para o mesmo cargo. Na elaboração do guia, porém, não foram processados salários pontuais registrados muito acima ou abaixo das faixas principais. Em geral, os salários apresentados não incluem bônus e outros benefícios).

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.