Cresce número de mulheres que fazem cursos na área de Tecnologia da Informação

Por Redação | 27 de Agosto de 2013 às 14h35

A Faculdade Impacta realizou uma pesquisa para identificar o perfil dos alunos da instituição e descobriu que a procura por programas de estudo voltados para Tecnologia da Informação (TI) pelo público feminino cresceu mais de 800% nos últimos cinco anos.

A Impacta é uma instituição de ensino superior voltada para as áreas de Gestão, Design, Tecnologia da Informação e Mercado Digital. O estudo mostrou ainda que em 2007, o total de mulheres matriculadas nos cursos voltados para a área de TI era de 621, mas em 2012 esse número saltou para impressionantes 5,7 mil.

"Há muito tempo a tecnologia da informação deixou de ser uma área dominada por homens. As mulheres têm demonstrado grande interesse por setores da TI e são muito participativas e engajadas na sala de aula", disse o Prof. Dr Valderes Fernandes Pinheiro, coordenador geral da Faculdade Impacta, por meio de nota.

Os cursos mais buscados pelo público feminino são: Desenvolvimento de Aplicações, Office e Art & Design, Planejamento e Gestão, Redes, Hardware e E-commerce e Marketing Digital.

No entanto, apesar desse aumento do interesse feminino por especializações na área de TI, um estudo de salários realizado recentemente pela empresa de recrutamento Michael Page apontou que as mulheres podem ganhar até 23% menos que os homens em cargos de gestão no mercado de Tecnologia da Informação. O estudo mostrou ainda que cerca de 72% dos candidatos contratados para cargos de liderança em 2012, em diversos setores, foram homens.

Leia também: Executiva do Facebook pede mais ambição profissional às mulheres em livro

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.